Coronavírus

30/05/2020 | domtotal.com

Assustado com situação do interior, Kalil diz que flexibilização não será ampliada em BH

Avanço da Covid-19 na Grande BH e no interior deixa prefeito da capital em alerta

Recuo na flexibilidade foi anunciado nesta sexta-feira
Recuo na flexibilidade foi anunciado nesta sexta-feira (Jéssica Moreira/colaboradora Whatsapp)

A Prefeitura de Belo Horizonte não vai ampliar a flexibilização do isolamento social na cidade. Quatro dias após parte do comércio reabrir, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) disse nesta sexta-feira (29), em entrevista coletiva, que “a situação na Grande BH e no estado é grave".

Minas Gerais tem 9.232 casos confirmados e 257 óbitos por Covid-19, conforme dados atualizados nesta sexta-feira (29) pela Secretaria Estadual de Saúde. Belo Horizonte é a cidade do estado com o maior número de casos da doença: 1.766 (com 48 mortes).

"Nós temos notícias assustadoras do interior, que não tem culpado, que é o sistema estadual sucateado há anos", disse Kalil, ao justificar a decisão de não ampliar a reabertura do comércio a partir da próxima semana. Ele ainda não descartou a possibilidade de adotar lockdown na cidade, caso ocorra aumento dos casos e mortes por Covid-19.

"Data (para reabertura) é muito fácil dar e depois prorrogar. Vamos vir aqui toda sexta-feira (tratar disso). Deus permita que, na próxima, não precisemos dar um lockdown na cidade. Os números, no interior, são assustadoramente exponenciais. Não estamos chamando atenção de ninguém, estamos no espírito de colaboração por avisar a todas as cidades da Grande BH o que está acontecendo”.

A flexibilização das regras de isolamento começou na segunda-feira (25), com a reabertura de lojas de brinquedos, salões de beleza, comércio varejista de cama mesa e banho, shoppings populares. Cerca de 10 mil empresas foram abertas e 32 mil pessoas voltaram ao trabalho. A flexibilização gradual seguiria com mais três etapas, sendo a próxima prevista para segunda-feira (2), o que não vai se concretizar.

Carlos Starling, infectologista que faz parte do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Belo Horizonte, alertou que cidades como Ribeirão das Neves, Contagem, Nova Lima, Divinópolis, Mariana e Itabira estão com a epidemia em franca ascensão. “Não chegamos no pico e muito provavelmente, não estamos nem próximo. A situação ainda deve piorar nas próximas semanas”, disse o médico.

O secretário de Saúde Jackson Machado explicou que o R0, índice de contágio, estava em 1,1 quando se decidiu pela flexibilização. No entanto, subiu para 1,2, o que indica um pequeno aumento no contágio.


Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!