Meio Ambiente

01/06/2020 | domtotal.com

Tempestade Amanda deixa 15 mortos e sete desaparecidos em El Salvador

Guatemala teve 2 mortes causada pelas fortes chuvas; Em Honduras, uma pessoa morreu

A tempestade tropical Amanda, a primeira tempestade da temporada no Pacífico no Pacífico, atingiu El Salvador e Guatemala no domingo
A tempestade tropical Amanda, a primeira tempestade da temporada no Pacífico no Pacífico, atingiu El Salvador e Guatemala no domingo (AFP)

A tempestade Amanda deixou 15 mortos em El Salvador, dois na Guatemala e um em Honduras, e as equipes de resgate tentam localizar sete desaparecidos em um país em estado de emergência. O fenômeno climático, no entanto, já se dissipou, informou o ministro do Interior de El Salvador, Mario Durán, nesta segunda-feira (1).

"Temos 15 pessoas mortas e sete desaparecidas", disse Durán, relatando o impacto de Amanda, a primeira tempestade tropical do ano no Oceano Pacífico, que também afetou a Guatemala.

Na Guatemala, as fortes chuvas causaram duas mortes e dois feridos, disse à imprensa o porta-voz da Coordenadora de Redução de Desastres, David de León, que também contou a transferência de 167 guatemaltecos para albergues devido às inundações.

Contou que um garoto de 9 anos morreu após ser arrastado por um rio em uma comunidade de El Estor, no Caribe, enquanto um adulto morreu após o colapso de uma casa em uma aldeia de Jocotán, ambos no nordeste da Cidade da Guatemala.

Em Honduras, a Comissão Permanente de Contingências anunciou um morto pelas chuvas, que causaram deslizamentos de terra e inundações em várias partes do país.

A tempestade chegou com ventos fortes e provocou enchentes e deslizamentos de terra, casas destruídas e inundadas, além de cortes de energia e interrupção no abastecimento de água potável. Foram relatados 7.225 evacuados de áreas de alto risco, transferidos para 154 abrigos instalados em El Salvador.

Chuvas moderadas com "intermitência" vão continuar no território salvadorenho, apesar do fato de a tempestade ter-se dissipado no território guatemalteco no domingo, informou o Ministério do Meio Ambiente.

A pasta acrescentou que as chuvas somaram 500 milímetros de água, enquanto a média acumulada em um ano no país é de 1,8 mil milímetros. "A tempestade chegou para mostrar a vulnerabilidade deste país" e revelar "a falta de investimento em infraestrutura", admitiu o ministro Durán. 

Em uma estimativa preliminar, o presidente Nayib Bukele disse que a tempestade causou perdas materiais de cerca de US$ 200 milhões (R$ 1,07 bilhão).

Em El Salvador, um país de 6,6 milhões de habitantes, 87% de seus escassos 20.742 quilômetros quadrados de território são considerados vulneráveis a fenômenos meteorológicos.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!