Mundo

05/06/2020 | domtotal.com

Não vai parar

As manifestações continuarão e ensejarão a presença de mais e mais pessoas

Milhares se manifestaram pelo terceiro dia consecutivo em Portland, no Centro de Justiça de Oregon e em Portland, Oregon, para protestar contra o assassinato de George Floyd em Minneapolis, Minnesota, em 25 de maio
Milhares se manifestaram pelo terceiro dia consecutivo em Portland, no Centro de Justiça de Oregon e em Portland, Oregon, para protestar contra o assassinato de George Floyd em Minneapolis, Minnesota, em 25 de maio (John Rudoff / Anadolu Agency/ AFP)

Eleonora Santa Rosa*

Não vai parar, não há como deter, chegou como uma avalanche e só vai aumentar. Trailer do ‘novo normal’: mobilização pelas redes, cenas de inconformidade, solidariedade, indignação, marchas públicas com a participação de segmentos diversos da sociedade, de faixas etárias distintas, mas sobretudo de jovens que exigem e exigirão serem ouvidos e respeitados pelos governos de qualquer matiz ideológico. As manifestações continuarão e ensejarão a presença de mais e mais pessoas, pois tratam de causas justas, agregadoras, humanitárias, envolvendo fraternidade, dignidade, valores éticos e morais, acima de religiões, estruturas partidárias, governamentais, organizações religiosas, políticas etc. Milhares e milhares clamando por justiça, por equidade, por respeito, declarando em alto bom tom sua repulsa à violência, à crueldade, à perversidade, à ignomínia dos policiais racistas que sufocaram e ceifaram, com joelhos, a vida de George Floyd, cuja súplica final – “I can't breathe” –, ressoou e alcançou as ruas de toda a América e de outros países, mostrando aos senhores do poder, onde quer que estejam, o caminho certo dos governos de exclusão e de opressão: a lata de lixo da história.

Abram os olhos, torturadores, fascistas, supremacistas e assemelhados, esses movimentos não vão parar. Não há campanhas de fake news, financiadas e geridas por canalhas, psicopatas e congêneres, que possam desmoralizar ou desmobilizar os protestos que se multiplicam. Não há aparato de repressão, forças policiais ou tropas que impeçam o alastramento de passeatas pacíficas, manifestos vigorosos de condenação à intolerância, à violência, à discriminação por parte daqueles que deveriam proteger a vida e a dignidade dos cidadãos.

Sem qualquer traço de compaixão ou empatia, governantes de índole autoritária, candidatos a ditadores, teimam em cruzar fronteiras e limites, promovendo ou avalizando comportamentos e agressões inaceitáveis, em confronto permanente com Justiça e com os direitos civis básicos. Em breve, sentarão praça no banco dos réus e serão responsabilizados por seus crimes de lesa-pátria e lesa-humanidade. Acompanhados de seus cúmplices, receberão a lição derradeira da História.

Ouçam todos, eu não consigo respirar!

Receba notícias do DomTotal em seu WhatsApp. Entre agora:
https://chat.whatsapp.com/IZ0DnZ5EcYe3hYzIcuFYBk

*Ex-secretária de Estado de Cultura de Minas Gerais, foi diretora do Centro de Estudos Históricos e Culturais da Fundação João Pinheiro, ex-diretora de captação e Marketing da Fundação Clóvis Salgado e ex-diretora executiva do Museu de Arte do Rio – MAR. Responsável pela primeira fase de concepção e implantação do Circuito Cultural Praça da Liberdade na capital mineira, pela criação do Museu da Cachaça de Salinas e pela concepção e implantação do Plug Minas. Consultora, gestora e estrategista cultural, é diretora do Santa Rosa Bureau Cultural, onde desenvolveu, dirigiu e/ou coordenou a implantação de diversos projetos de relevância nacional como o Museu de Artes e Ofícios em BH, o Museu da Liturgia em Tiradentes, o Projeto de Educação Patrimonial Trem da Vale em Ouro Preto e Mariana, dentre outros. É autora do livro Interstício



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!