Coronavírus

09/06/2020 | domtotal.com

Secretaria de Saúde pede que mineiros mantenham cautela quanto à pandemia

Isolamento social e protocolos de higiene devem ser mantidos; pico está previsto para 15 de julho no estado

Maior testagem e dispersão do vírus demandam atenção da população, que deve se manter alerta quanto ao comportamento diante da pandemia
Maior testagem e dispersão do vírus demandam atenção da população, que deve se manter alerta quanto ao comportamento diante da pandemia (Pedro Gontijo/Imprensa MG)

Isabela Santiago

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) voltou a reforçar o pedido para que a população mineira continue mantendo as medidas de distanciamento social e protocolos de higiene no combate ao novo coronavírus. A declaração foi feita  através de mais uma coletiva virtual que aconteceu na segunda-feira(8).

De acordo com informações da Agência Minas, a pasta divulgou os dados do cenário epidemiológico do coronavírus no estado: 5.883 casos confirmados, 8.646 casos em acompanhamento, 6.857 casos recuperados e 380 óbitos causados pela doença.

Segundo o secretário adjunto da SES-MG, Marcelo Cabral, a elevação do número de casos confirmados da doença em Minas Gerais se relaciona à aproximação do pico da pandemia, previsto para 15 de julho. A expectativa é de um aumento de até 2 mil pessoas contaminadas até lá.

Leia também:

“É muito importante advertir sobre a necessidade de maior esforço, por parte da população, quanto às medidas de distanciamento social e protocolos de higiene, como lavar as mãos com frequência. Seguir utilizando máscaras o tempo todo também é uma arma que temos para evitar a dispersão do vírus”, reforçou Marcelo Cabral.

O secretário adjunto esclareceu, ainda, o aumento no número de casos, bem como as projeções para o pico da pandemia no estado são dinâmicos, e vão depender do comportamento da população em relação à doença. Por conta disso, se faz necessária a adesão dos municípios ao plano Minas Consciente, segundo o chefe de gabinete da SES-MG, João Pinho. “O Minas Consciente estabelece um roteiro seguro, com retomada da economia de forma gradual, de maneira responsável”, disse.

O plano do governo de Minas foi criado, para auxiliar os municípios na retomada gradual das atividades e serviços, respeitando sempre um rígido sistema de critérios e protocolos sanitários, para garantir a segurança dos cidadãos.

Testes

 “Pouco a pouco, estamos ampliando o número de teste para que a gente consiga, cada vez mais, caminhar em direção às pessoas com sintomas leves. Não temos como, devido à crise internacional de insumos, fazer a testagem de todos que tem sintomas leves, neste momento. É muito importante que pacientes que apresentam sintomas leves fiquem em quarentena por 14 dias para que, durante esse período, ela venha ou não desenvolver os sintomas e não transmita a doença para outras pessoas”, destacou Pinho.

Vale ressaltar que uma das críticas que o governo de Minas tem recebido é exatamente em relação à baixíssima testagem para diagnóstico da doença no estado. O estado anunciou, no entanto, que já recebeu do Ministério da Saúde mais de 700 mil testes rápidos, que estão sendo distribuídos para os municípios, conforme critérios estabelecidos pela União.

Subnotificação

Outro ponto crítico do estado é a questão da subnotificação dos casos de Covid-19. Um estudo feito pela Universidade Federal de Minas Gerais em trabalho conjunto com a Universidade Federal de Ouro Preto demonstra que o estado pode ter cerca de 56 mil pessoas infectadas, um número 16 vezes maior que o divulgado oficialmente.

A Secretaria de Estado de Saúde, por sua vez, afirmou que eventualmente é possível que haja subnotificação, mas não são causadas por erros, e sim uma característica natural de qualquer pandemia. “Seguimos acompanhando e testando todos os casos que se enquadram nos critérios de testagem e todos os óbitos”, disse o secretário adjunto Marcelo Cabral.


Dom Total com informações da Agência Minas



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!