Religião

14/06/2020 | domtotal.com

Para católicos, assistir à missa não é o mesmo que participar dela

Reflexão sobre a festa de Corpus Christi que em alguns países, diferentemente do Brasil, é comemorada neste domingo (14)

A vida não é apenas trabalho, esforço e agitação. É também celebração, ação de graças e louvor a Deus
A vida não é apenas trabalho, esforço e agitação. É também celebração, ação de graças e louvor a Deus (Unsplash/ Annie Theby)

José Antonio Pagola*
RD

Para celebrar a Eucaristia dominical, não basta seguir as normas prescritas ou pronunciar as palavras obrigatórias. Não basta, tampouco, cantar, abençoar-nos ou darmos a paz no momento adequado. É muito fácil assistir à missa e não celebrar nada no coração; ouvir as leituras correspondentes e não escutar a voz de Deus; comungar piedosamente sem comungar Cristo; darmos a paz sem nos reconciliarmos com ninguém. Como viver a missa do domingo como uma experiência que renova e fortalece a nossa fé?

Para começar, temos de escutar com atenção e alegria a Palavra de Deus, e em concreto o evangelho de Jesus. Durante a semana, vimos a televisão, ouvimos a rádio e lemos a imprensa. Vivemos confundidos por todos os tipos de mensagens, vozes, notícias, informações e publicidade. Precisamos escutar outra voz diferente que nos cure por dentro.

É um respiro escutar as palavras diretas e simples de Jesus. Trazem verdade à nossa vida. Libertam-nos de enganos, medos e egoísmos que nos fazem mal. Ensinam-nos a viver com mais simplicidade e dignidade, com mais sentido e esperança. É uma sorte fazer o percurso da vida guiados, cada domingo, pela luz do evangelho.

A oração eucarística constitui o momento central. Não podemos distrair-nos. "Levantamos o coração" para dar graças a Deus. É bom, é justo e necessário agradecer a Deus pela vida, por toda a criação e pelo presente que é Jesus Cristo. A vida não é apenas trabalho, esforço e agitação. É também celebração, ação de graças e louvor a Deus. É bom reunir-nos cada domingo para sentir a vida como um presente e dar graças ao Criador.

A comunhão com Cristo é decisiva. É o momento de acolher Jesus na nossa vida para experimentá-lo em nós, para nos identificarmos com ele e trabalhar, confortar e fortalecer pelo seu Espírito. Tudo isto não vivemos encerrados no nosso pequeno mundo. Cantamos juntos o Pai Nosso sentindo-nos irmãos de todos. Pedimos que a ninguém falte o pão nem o perdão. Damos a paz e procuramos para todos.

Publicado originalmente por Religión Digital e traduzido pelo IHU


Receba notícias do DomTotal em seu WhatsApp. Entre agora:
https://chat.whatsapp.com/GuYloPXyzPk0X1WODbGtZU

*José Antonio Pagola é padre e tem dedicado a sua vida aos estudos bíblicos, nomeadamente à investigação sobre o Jesus histórico. Nascido em 1937, é licenciado em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma (1962), licenciado em Sagradas Escrituras pelo Instituto Bíblico de Roma (1965), e diplomado em Ciências Bíblicas pela École Biblique de Jerusalém (1966). Professor no seminário de San Sebastián (Espanha) e na Faculdade de Teologia do Norte de Espanha (sede de Vitória), foi também reitor do seminário diocesano de San Sebastián e vigário-geral da diocese de San Sebastián.



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!