Religião

15/06/2020 | domtotal.com

Fundação católica foca ajuda no Brasil pela crise provocada pelo coronavírus

Serão desenvolvidos 11 projetos para ajudar quem está na linha da frente no auxílio prestado pela Igreja aos mais vulneráveis

Projetos vão abranger 169 sacerdotes, 31 seminaristas, 141 religiosos e 56 missionários leigos
Projetos vão abranger 169 sacerdotes, 31 seminaristas, 141 religiosos e 56 missionários leigos (AIS)

Com o número de casos de Covid-19 aumentando no Brasil, a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) decidiu, a nível internacional, avançar com 11 projetos solidários para ajudar as pessoas que têm estado na linha da frente no auxílio prestado pela Igreja brasileira junto das populações que se encontram numa situação mais vulnerável.

Estes projetos “vão abranger 169 sacerdotes, 31 seminaristas, 141 religiosos e 56 missionários leigos”, lê-se numa nota enviada pela fundação.

O Brasil é um dos países onde a evolução da pandemia do coronavírus tem revelado “um crescimento mais assustador” e número de mortos “ultrapassa já os 42 mil e não é improvável que o Brasil venha mesmo a liderar esta terrível estatística a nível mundial”, diz o comunicado.

A Igreja, nomeadamente ao nível das paróquias, tem procurado ser um “espaço de apoio e distribuição de ajuda, como comida e bens de primeira necessidade, às famílias que estão atravessando um tempo mais difícil”.

Na diocese de Itapipoca, com a suspensão das missas, a própria Igreja começou “a ficar numa situação complicada havendo, simultaneamente, um número crescente de famílias que pedem ajuda”.

É neste cenário de “grandes dificuldades materiais que a ajuda agora disponibilizada pela Fundação AIS ganha um relevo ainda maior”.

Itapipoca está localizada a cerca de 130 quilômetros da capital do estado, Fortaleza, e é conhecida como a terra dos três climas porque possui praias, montanhas e zonas semiáridas.

Na primeira semana de junho, havia na região mais de 4.200 casos confirmados de coronavírus e mais de duas centenas de mortos.

Neste território que a Covid-19 não tem poupado, a Igreja “está lutando para manter o espírito de entreajuda, distribuindo cestas básicas e disponibilizando uma refeição quente à noite às pessoas que se encontram mais fragilizadas”, acrescenta a nota.


Ecclesia



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!