Ciência e Tecnologia

26/06/2020 | domtotal.com

Facebook aumenta ferramentas para combater fake news

Notícias velhas ganham alerta e conteúdo sobre Covid-19 terá contexto e links para seu centro de informações

Logotipo do Facebook
Logotipo do Facebook (AFP/Arquivos)

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (25) mais uma de suas iniciativas para tornar conteúdos veiculados na rede mais claros. Agora, a rede social passa a exibir um aviso ao lado de posts que compartilharem notícias publicadas há mais de 90 dias e também planeja publicar contexto e links para acompanhar todas as postagens que mencionam a Covid-19.

Além do alerta, a rede social vai adicionar o "botão de contexto", contendo informações sobre o tema abordado na publicação vista no feed de notícias. "Quando perguntamos às pessoas que tipo de notícia desejam ver no Facebook, elas continuamente nos dizem que desejam informações atuais e confiáveis e por isso estamos lançando essa ferramenta", informou a empresa em um post de blog.

Apesar de deixar claro que a notícia a ser compartilhada não é atual, o Facebook não proíbe que a informação seja publicada no feed, mas alerta que a ferramenta visa evitar que histórias antigas se passem por atuais, em contextos em que podem ser mal interpretadas.

Quando seus usuários publicam ou compartilham artigos sobre a pandemia, a rede social adiciona informações sobre a fonte do conteúdo, além de links para seu próprio centro de informações sobre a doença."Ao fornecer mais contexto, nosso objetivo é facilitar que as pessoas identifiquem conteúdo que seja recente, confiável e valioso para elas", afirmou a empresa em comunicado divulgado nesta quinta-feira.

"As organizações de notícias nos transmitiram suas preocupações sobre histórias antigas compartilhadas nas mídias sociais, como notícias, o que pode levar a interpretações errôneas", afirmou a plataforma.

A empresa californiana toma medidas contra a desinformação desde 2018, amplificada pelas redes sociais, prejudicando sua reputação. A atual crise da saúde provocou uma série de notícias falsas, fraudes e teorias da conspiração sobre as causas, as formas de prevenção e os remédios para combater o coronavírus.

Em abril, o Facebook disse que já havia redirecionado quase 2 bilhões de usuários, ou seja, quase todos os usuários, para informações de autoridades de saúde pública, por meio do "Covid-19 Information Center", disponível em cada segmento de notícia.


AFP/ Agência Estado



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!