Religião

30/06/2020 | domtotal.com

Papa tenta combater corrupção no Vaticano

Justiça apreende documentos e computadores do organismo responsável pela gestão da Basílica de São Pedro

Policial de máscara, em frente à Basílica de São Pedro de Roma, em 11 de maio de 2020
Policial de máscara, em frente à Basílica de São Pedro de Roma, em 11 de maio de 2020 (AFP)

O papa Francisco anunciou nesta terça-feira (30) a nomeação de um comissário extraordinário para pôr ordem à Fábrica de São Pedro, uma instituição encarregada da gestão da Basílica de São Pedro, bem como de preservar suas obras artísticas e arquitetônicas.

Esta decisão surge após informações internas que levaram o Vaticano a recuperar documentos e computadores nos escritórios da fábrica, disse um comunicado da Santa Sé divulgado hoje. O Vaticano explica que uma denúncia do escritório do revisor geral – responsável por controlar os orçamentos e balanços dos diversos departamentos do Vaticano – levou a Justiça do Estado a apreender documentos e material informático nas instalações da Fábrica de São Pedro.

A operação – terceira do gênero desde outubro de 2019 – foi autorizada pelo promotor de Justiça do Tribunal, Gian Piero Milano, informando previamente a Secretaria de Estado do Vaticano. Nos últimos anos, várias obras de investigação jornalística apontaram o dedo a responsáveis da Santa Sé por atos de má gestão, favorecimentos e adjudicações de contratos com sobrefaturação.

Em 1º de junho, a Santa Sé aprovou, pela primeira vez, uma lei que regula as licitações para suas despesas internas, na tentativa de evitar a corrupção e economizar, em meio à crise financeira causada pela pandemia do novo coronavírus.

O papa Francisco nomeou o núncio apostólico (embaixador da Santa Sé) Mario Giordana como comissário extraordinário. Sua missão será "atualizar os estatutos, esclarecer a administração e reorganizar os escritórios técnicos e administrativos da fábrica", explica a nota. Giordana contará com a assessoria de um comitê para cumprir essa "tarefa delicada".

A Fábrica de São Pedro, que hoje conta com vários funcionários, foi criada no século 16, após a construção da nova Basílica de São Pedro. Dela participaram Bramante, Michelangelo, Rafael, entre outros. Ela é responsável pela gestão da maior Igreja do mundo e pelas estruturas no território adjacente.


Receba notícias do DomTotal em seu WhatsApp. Entre agora:
https://chat.whatsapp.com/GuYloPXyzPk0X1WODbGtZU


AFP/ Ecclesia/ Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias