Esporte

09/07/2020 | domtotal.com

Com polêmicas na trasmissão de jogo, Fluminense vence Flamengo na final da Taça Rio

Título foi conquistado nos pênaltis, com exibição na FluTV e recorde no Youtube

Gilberto marcou o gol do Fluminense no empate de 1 a 1 no tempo normal
Gilberto marcou o gol do Fluminense no empate de 1 a 1 no tempo normal (ABr)

Fluminense vence Flamengo nos pênaltis na final da Taça Rio, após empate de 1 a 1 no tempo normal e 3 a 2 nas penalidades. E agora as duas equipes disputam o título do Campeonato Carioca. Mas antes da bola rolar, o jogo foi marcada por muita confusão com os direitos de trasmissão da partida.

O tricolor, mandante da final, trasmitiu o jogo na FluTV no Youtube, chegando a 3,5 milhões de visualizações simultâneos e batendo recorde mundial na plataforma. Mas o Fluminense só teve o direito exclusivo minutos antes do início do jogo, quando o STJD derrubou liminar do TJD-RJ que também autorizava ao Flamengo a trasmitir o jogo na FlaTV.

Muitas críticas surgiram nas redes sociais após possível trasmissão do Flamengo, já que o clube foi o principal favorável a Medida Provisória 984 assinada por Jair Bolsonaro, que dava o direito exlusivo ao mandate.

O jogo

O Fluminense começou a partida querendo surpreender e com um minuto Nenê arriscou sem perigo para Diego Alves. No entanto, logo o Flamengo passou a ter o domínio da posse de bola, mas parava na boa marcação tricolor.

Somente aos 24 minutos, uma das equipes chegou com perigo no Maracanã. Após bate e rebate, a bola ficou com Gilberto, que cabeceou em cima de Diego Alves para desperdiçar boa chance para o Fluminense. O Flamengo respondeu em seguida, em chute de Arrascaeta sobre o travessão.

Aos poucos, o Fluminense conseguiu impedir os avanços do Flamengo e passou a roubar mais bolas no meio. Os tricolores quase marcaram aos 35 minutos, quando Yago pegou a sobra, mas chutou pela linha de fundo.

Só que aos 37 minutos, o Fluminense abriu o placar no Maracanã. Após cruzamento, Marcos Paulo desviou e Gilberto cabeceou no canto, sem chance para Diego Alves.

Nos minutos finais, o Flamengo tentou esboçar uma pressão, mas seguiu parando na marcação do Fluminense. Assim, os tricolores mantiveram a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo, os rubro-negros aumentaram o ritmo e passaram a controlar mais a partida. Mesmo ainda tendo dificuldade, os flamenguistas tiveram boa chance aos nove minutos. Bruno Henrique aproveitou cruzamento e cabeceou para boa defesa de Muriel.

O Fluminense recuou ainda mais e busca os contra-ataques, sem sucesso. Já o Flamengo quase empatou aos 19 minutos. Gerson aproveitou cruzamento e cabeceou sozinho, mas pela linha de fundo. Depois, foi a vez de Gabigol obrigar Muriel a grande defesa após nova bola levantada na área.

O Fluminense só criou boa chance na etapa final aos 30 minutos. Caio Paulista arriscou da entrada da área e a bola passou perto, mas sobre o travessão. Mais uma vez, a resposta rubro-negra veio em seguida, em chute de Gabigol que parou em Muriel. De tanto insistir, o Flamengo empatou em mais um cruzamento. Filipe Luís levantou para Pedro, ex-jogador Tricolor, cabecear para a rede.

Na parte final, os jogadores do Fluminense pareciam cansados. Com isso, o Flamengo aumentou a pressão em busca da virada. Os rubro-negros quase marcaram o segundo aos 38 minutos. Bruno Henrique aproveitou cruzamento e cabeceou para o gol. No entanto, Hudson apareceu em cima da linha para salvar os tricolores.

Nos acréscimos, o Flamengo teve a última chance para marcar, com Diego. O meia chutou de fora da área e Muriel fez defesa segura para levar a decisão para os pênaltis.

Na disputa por pênaltis, o Fluminense levou a melhor por 3 a 2. Nenê, Hudson e Fernando Pacheco fizeram, enquanto Dodi e Michel Araújo perderam para o Fluminense. Já no Flamengo, Gabigol e Pedro marcaram, mas Willian Arão, Léo Pereira e Rafinha desperdiçaram suas cobranças.

Jorge Jesus lamenta derrota

O técnico Jorge Jesus lamentou a derrota nos pênaltis, mas destacou que o Flamengo foi superior durante os 90 minutos.

"No primeiro tempo, o Fluminense criou chances, principalmente nas bolas paradas e marcaram o gol. No restante do tempo, o Flamengo foi melhor e ficou com a bola no campo ofensivo. No segundo tempo, fizemos o gol e tivemos chances de vencer com Gerson e Bruno Henrique. O Fluminense jogou para não perder, para não levar muitos gols, até para levar para os pênaltis. Quem ganha, ganha com competência e eles tiveram mais na disputa dos pênaltis", disse à Fla TV.

Jorge Jesus afirmou que não vai mudar o trabalho para a final do Estadual, novamente contra os tricolores. "O trabalho será igual. Se tivéssemos vencido hoje teríamos acabado com o Estadual. Não foi hoje. Teremos mais dois jogos contra o Fluminense e vamos focar nisso", declarou.

Presidente do Fluminense critica Ferj

O presidente Mário Bittencourt exaltou o título, mas fez questão de criticar mais uma vez a Ferj. Além disso, manteve a postura contrária ao reinício do futebol no Rio de Janeiro.

"Sentimento que estamos felizes pela conquista. Mas muita coisa errada. E a gente lutou pelo que é certo, desde o início. A gente lutou pela justiça, por preservar a saúde dos nossos profissionais, dos nossos funcionários, dos nossos atletas, mas fico muito feliz porque esses meninos merecem muito. Um grupo muito unido, uma família. Lutamos todos juntos nesse momento, entenderam, reconheceram a dificuldade em razão da pandemia. Coroa a gente ter feito certo, coroa a dignidade. A gente ter se preocupado antes de qualquer coisa com a vida das pessoas. Muita gente falou que era um posicionamento nosso com algum tipo de intenção seja ela política ou algo nesse sentido, mas nunca teve e nunca terá isso", disse à Flu TV.

O mandatário tricolor comemorou a transmissão feita pela Flu TV, que conseguiu audiência superior a três milhões simultâneos durante a final.

"Aproveitar esse momento para agradecer os torcedores que nos apoiaram durante todo esse tempo. E bateram recorde mundial de uma live para mostrar como o Fluminense é forte, é gigante e tem de ser respeitado. Com vitória, com derrota, com algumas situações que às vezes a gente toma decisões que as pessoas não gostam, não vou acertar sempre, ninguém aqui vai, mas enquanto estiver à frente desse clube a gente sempre vai honrar essa camisa e essa tradição", declarou.

Final do Campeonato Carioca

A Federação de Futebol do Rio definiu a primeira final para domingo, dia 12, às 16 horas, no Maracanã. O mando deste primeiro confronto é do Fluminense, que fica com os direitos de transmissão.

A definição do campeão carioca será na quarta-feira, dia 15. A partida, com mando do Flamengo, que poderá definir como será a transmissão, será às 21h30, também no Maracanã.

Ficha Técnica:

Fluminense 1 (3) x 1 (2) Flamengo

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 8 de julho de 2020, quarta-feira

Hora: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Farinha

VAR: Rodrigo Nunes de Sá

Cartões amarelos: Nenê e Gilberto (Fluminense); Léo Pereira, Rafinha e Filipe Luís (Flamengo)

GOLS

Fluminense: Gilberto, aos 37min do primeiro tempo

Flamengo: Pedro, aos 32min do segundo tempo

Fluminense: Muriel, Gilberto (Michel Arapujo), Matheus Ferraz, Nino e Egídio; Hudson, Dodi, Yago (Yuri) e Nenê; Marcos Paulo (Caio Paulista) e Evanílson (Fernando Pacheco)

Técnico: Odair Hellmann

Flamengo: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Diego) e Éverton Ribeiro (Michael); Arrascaeta (Pedro), Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol

Técnico: Jorge Jesus


Gazeta Esportiva/ Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!