Religião

09/09/2020 | domtotal.com

Nova encíclica de Francisco será assinada em 3 de outubro

Em 'Todos irmãos', papa deverá tecer reflexões sobre a pandemia e a forma de minimizar suas consequências

Basílica de São Francisco de Assis, onde o papa assinará sua terceira encíclica
Basílica de São Francisco de Assis, onde o papa assinará sua terceira encíclica (Vatican Media)

O nome não deixa margem para dúvidas: Fratelli tutti (ou "Todos irmãos") é uma carta do papa aos fiéis sobre a fraternidade. Trata-se da sua terceira encíclica (depois da publicação de Lumen Fidei, em 2013, e Laudato Si', em 2015), e Francisco decidiu assiná-la na cidade de Assis, no próximo dia 3 de outubro, precisamente a véspera da festa de São Francisco, que nasceu na pequena cidade italiana.

Os rumores acerca da nova encíclica já corriam há alguns dias na imprensa italiana, mas o anúncio oficial foi feito pelo padre Enzo Fortunato, porta-voz da Basílica de Assis, este sábado (5).

De acordo com o comunicado, o papa deverá chegar a Assis pelas 15 horas, celebrará a eucaristia na basílica, junto ao túmulo de São Francisco; em seguida assinará a sua nova encíclica e regressará a Roma no próprio dia. Toda a visita, de caráter privado devido à pandemia, decorrerá sem a participação de fiéis.

Esta será a primeira vez que o papa sai de Roma desde que Itália iniciou o período de confinamento, em fevereiro deste ano, e a quarta visita de Francisco a Assis desde o início do seu pontificado.

O regresso de Francisco é esperado com "emoção e gratidão" pelo bispo da cidade, Domenico Sorrentino. "Enquanto o mundo sofre uma pandemia que coloca tantos povos em dificuldade e nos faz sentir irmãos na dor, não podemos deixar de sentir a necessidade de nos tornarmos acima de tudo irmãos no amor", escreve o bispo de Assis. "Este gesto do papa Francisco dá-nos nova coragem e força para 'reiniciar' em nome da fraternidade que nos une a todos".

Fraternidade esta que tem sido um dos princípios promovidos pelo papa Francisco ao longo do seu pontificado, particularmente em fevereiro de 2019, quando assinou, juntamente com Ahmed Al Tayyeb, grande imã da Universidade de Al-Azhar, o histórico Documento sobre a fraternidade humana em prol da paz mundial e da convivência comum.

Em Todos irmãos, Francisco deverá acrescentar agora as suas reflexões sobre a pandemia e a forma de minimizar suas consequências no que diz respeito às desigualdades entre países ricos e pobres, tema que tem estado muito presente nas suas últimas audiências gerais.

A data de publicação oficial da nova encíclica ainda não foi anunciada, mas deverá ocorrer "muito rapidamente após a sua assinatura".


Sete Margens



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!