Religião

16/09/2020 | domtotal.com

Pontifícia Academia para a Vida é criticada por publicar fotomontagem da Pietá com Jesus negro

Sites conservadores dos EUA fizeram ataque racista à publicação do órgão vaticano

'Esses comentários nunca são casuais, mas respondem a um comando de alguma equipe à qual todos seguem sem pensar por si, tristemente', disse Fabrizio Mastrofini
'Esses comentários nunca são casuais, mas respondem a um comando de alguma equipe à qual todos seguem sem pensar por si, tristemente', disse Fabrizio Mastrofini (Reprodução/ Pontifical Academy Life)

"Uma imagem vale mais do que mil palavras", diz a legenda da fotomontagem que a Pontifícia Academia para a Vida publicou este sábado, 12 de setembro, na sua conta de Twitter. Nela, pode ver-se a Pietá, a escultura de Michelangelo, segurando um Jesus de cor negra, em vez do branco original. O tweet recebeu centenas de comentários positivos, mas gerou também fortes críticas, nomeadamente da parte de sites católicos norte-americanos conhecidos pelo seu conservadorismo.


Uma das reações mais negativas foi a do portal Church Militant, que considera que a publicação do órgão do Vaticano constitui uma apologia ao movimento "Black Lives Matter" (Vidas negras importam), é "ofensiva" e uma "blasfémia". "O vandalismo do Vaticano imita o iconoclasta louco Laszlo Toth", afirma o site, referindo-se ao geólogo húngaro que, em 1972, vandalizou a famosa escultura.

Na sequência da polêmica, o porta-voz da Pontifícia Academia para a Vida, Fabrizio Mastrofini, respondeu às críticas. "Não há nenhum tipo de ligação com o movimento 'Black Lives Matter', é uma manipulação politizada. Esta imagem pretende ser uma mensagem contra o racismo a 360 graus", explicou. "Estes comentários", concluiu, revelam "uma triste situação eclesial".


Sete Margens



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!