Ciência e Tecnologia

21/09/2020 | domtotal.com

Aplicativos chineses TikTok e WeChat conseguem evitar proibição nos EUA

Trump impõe condições e desfecho das negociações ainda permanece incerto

Disputa do controle acionário entre chineses e americanos segue em aberto
Disputa do controle acionário entre chineses e americanos segue em aberto (Getty Images/AFP)

A proibição dos aplicativos chineses TikTok e WeChat em lojas de aplicativos nos Estados Unidos, prevista para à 0h desta segunda-feira (21), foi suspensa. No caso do TikTok, o banimento foi evitado após Donald Trump acenar para um acordo entre o app de vídeos e a gigante de softwares Oracle. Quanto ao WeChat, a juíza Laurel Beeler, de São Francisco, atendeu a um pedido feito por usuários e suspendeu a decisão do governo Trump de proibir downloads do app.

Com o acordo com a Oracle, a ByteDance, dona do TikTok, pretende ganhar permissão para manter suas operações nos Estados Unidos. O governo americano alega que o aplicativo de vídeos é uma ameaça à segurança nacional. "Eu dei minha bênção ao negócio", disse Trump a jornalistas no sábado. Depois da declaração de Trump, o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse que a proibição do TikTok será adiada em uma semana, até 27 de setembro, tendo em vista os "avanços positivos recentes".

O negócio, porém, ainda depende da aprovação formal do Comitê de Investimento Estrangeiro dos Estados Unidos. A nova empresa fruto do acordo se chamará TikTok Global, disse Trump. Segundo os termos do acordo, a ByteDance manterá a maioria dos ativos do TikTok, enquanto a americana Oracle seria a "parceira tecnológica" do aplicativo nos Estados Unidos, responsável por hospedar todos os dados de usuários dos Estados Unidos.

No entanto, nesta segunda, Trump mudou o discurso, como de praxe, e declarou Trump foi questionado em uma entrevista ao canal Fox News sobre a possibilidade de a empresa chinesa ByteDance conservar 80% das ações e respondeu que se as empresas americanas Oracle e Walmart não tiverem um "controle total", não vai aprovar um acordo. Trump indicou que Oracle e Walmart "têm uma associação" para o TikTok e destacou que "terão um controle total".

A empresa passaria a ter o nome TikTok Global, com sede nos Estados Unidos, e empregaria 25 mil pessoas, destacaram Oracle e Walmart em outro comunicado. A Oracle poderia comprar 12,5% do TikTok e o Walmart 7,5% antes de uma futura entrada na Bolsa de Nova York, prevista para 2021. Uma fonte afirmou que a ByteDance conservaria o restante do capital, mas como a empresa chinesa tem 40% de participação de americanos, então a maior parte do aplicativo estaria nas mãos dos Estados Unidos.

O possível acordo para fazer do TikTok uma empresa baseada nos Estados Unidos deve mudar o cenário desta rede social. Questões de segurança e controle da companhia ainda causam dúvidas. Segundo alguns especialistas, o novo modelo da companhia criaria uma força capaz de desafiar a dominância do Facebook na internet.

Uma das pessoas familiarizadas com o negócio disse que a ByteDance não seria tecnicamente uma proprietária da nova entidade TikTok Global. Em vez disso, as ações da nova entidade seriam distribuídas proporcionalmente aos atuais proprietários do ByteDance, que incluem investidores chineses e americanos.


Agência Estado/AFP/Dom Total



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!