Esporte

01/10/2020 | domtotal.com

Liga Francesa não vai punir zagueiro acusado de racismo por Neymar

LFP afirma não ter encontrado provas suficientes contra o espanhol Álvaro González

Acusações são do jogo entre PSG e Olympique de Marselha disputado no dia 13 de setembro.
Acusações são do jogo entre PSG e Olympique de Marselha disputado no dia 13 de setembro. (FRANCK FIFE/AFP)

A comissão disciplinar da Liga de Futebol Profissional da França (LFP) anunciou nesta quarta (30) que não punirá o zagueiro espanhol Álvaro González, que foi acusado, pelo atacante brasileiro Neymar, de realizar atos racistas no jogo entre PSG e Olympique de Marselha disputado no dia 13 de setembro.

"Depois de examinar o processo, ouvir os jogadores e os representantes dos clubes, a Comissão constata que não dispõe de elementos de prova convincentes suficientes que lhe permitam estabelecer a materialidade dos fatos das observações discriminatórias do jogador Álvaro González contra Neymar Júnior durante a partida, nem de Neymar Júnior contra Álvaro González", diz a nota.

Punições por briga

Apesar de a acusação de racismo não ter levado a qualquer tipo de sanção, anteriormente Neymar foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão no jogo da segunda rodada do Campeonato Francês. O brasileiro recebeu o cartão vermelho após o árbitro de vídeo (VAR) identificar um tapa do jogador no zagueiro espanhol Álvaro González durante confusão que marcou os minutos finais do clássico.


Agência Brasil



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!