Cultura

06/10/2020 | domtotal.com

Power of Pride Festival será realizado em 2021 e terá a participação de Danny Bond

Além da cantora de brega-funk, evento LGBT terá ganhadora do Ru paul's Drag Race

Nascida na favela do Bolão, na periferia de Maceió, Danny Bond é a primeira artista transexual a conquistar o primeiro lugar de vendas no iTunes Brasil com a música Traz o B
Nascida na favela do Bolão, na periferia de Maceió, Danny Bond é a primeira artista transexual a conquistar o primeiro lugar de vendas no iTunes Brasil com a música Traz o B (Reprodução/Instagram/danny.bond)

Depois da Parada do Orgulho LGBT 2020 ter sido cancelada devido à pandemia, o Power of Pride Festival é confirmado para 18 de junho de 2021, às 17h, na Audio, em São Paulo, como forma de comemoração do mês orgulho que, este ano, não pôde contar a devida celebração.

Com o intuito também de promover diversidade, tolerância e inclusão, o evento contará com um line-up de diferentes nacionalidades e ritmos no mesmo palco. Entre os nomes de artistas que farão shows e performances para o público, está Danny Bond.

Nascida na favela do Bolão, na periferia de Maceió, Danny é a primeira artista transexual a conquistar o primeiro lugar de vendas no iTunes Brasil com a música Traz o B, cujo clipe acumulou mais de 150 mil visualizações no YouTube, em 10 dias após seu lançamento.

"Podemos enxergar o anúncio de um festival inteiramente voltado para a comunidade como aquele fio de esperança pra esse ano. A pandemia fez com que 2020 fosse um ano difícil para todos, né? Mas acho que a gente, que faz parte de qualquer minoria, sofreu dobrado. Pessoas LGBTs sofrem diariamente, dentro e fora de casa e quando 'ganhamos' um evento pra chamar de nosso, e com um propósito maior por trás, acaba se tornando um incentivo de altear ainda mais a minha voz", disse Danny Bond em entrevista.

A alagoana irá representar o ritmo brega-funk no festival que contará com apresentações da ganhadora da sétima temporada de RuPaul's Drag Race, Violet Chacki, o cantor, compositor e pianista americano Greyson Chance, a drag queen Lemon, participante da primeira edição do Canada's Drag Race, a cantora estoniana Kerli e o duo paulista Venvs, formado pelo casal Elektra e Evie Dee.

Danny comenta que nunca pensou que alcançaria esse espaço de dividir o palco com outras artistas internacionais que admira e fala sobre a importância de dar visibilidade para o seu ritmo. "O brega-funk me deu respeito. Você escuta e fica alegre, mas, infelizmente, ainda é um ritmo muito masculinizado. Então eu, mulher trans, poder levar ele para um palco e saber que serei ovacionada pelos meus fãs, é ressignificar essas demarcações de gênero e dar visibilidade a mais meninas que amam o brega tanto assim como eu".

Para conferir as apresentações, os ingressos, que ganharam nomes característicos, custarão a partir de R$165 (Pista Be Proud), R$250 (Mezanino Extravaganza) e R$480 (Meet&Greet + Mezanino) e já estão à venda neste link.

Parte do dinheiro arrecadado com a vendas de ingressos será destinado a Casa Florescer, um centro de acolhimento para mulheres transexuais e travestis, que, inclusive farão parte do quadro de funcionários do evento, que ajuda na reconstrução de vínculos familiares e estimula a reinserção social. Além disso, o festival irá receber doações de alimentos não perecíveis para ONGs locais que amparam pessoas LGBTs em situação de vulnerabilidade.


Agência Estado



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!