Religião

18/10/2020 | domtotal.com

A vida é só para Deus

Reflexão sobre o Evangelho do 29º Domingo Comum - Mateus 22,15-21

Por isso não há que dar a nenhum César o que é de Deus: a vida e a dignidade dos seus filhos
Por isso não há que dar a nenhum César o que é de Deus: a vida e a dignidade dos seus filhos (Will van Wingerden / Unsplash)

José Antonio Pagola*
RD

A exegese moderna não deixa lugar a dúvidas. O primeiro para Jesus é a vida, não a religião. Basta analisar a trajetória da Sua atividade. Vê-se que está sempre preocupado em suscitar e desenvolver, no meio daquela sociedade, uma vida mais sã e digna.

Pensemos na sua atuação no mundo dos doentes: Jesus aproxima-se de quem vive a sua vida de forma diminuída, ameaçada ou insegura, para despertar neles uma vida mais plena. Pensemos na sua aproximação aos pecadores: Jesus oferece-lhes o perdão que os faça viver uma vida mais digna, resgatada da humilhação e do desprezo. Pensemos também nos endemoniados, incapazes de ser donos da sua existência: Jesus liberta-os de uma vida alienada e desequilibrada pelo mal.

Como sublinhou Jon Sobrino, pobres são aqueles para quem a vida é uma carga pesada, pois não podem viver com um mínimo de dignidade. Essa pobreza é o oposto do plano de vida original do Criador. Onde um ser humano não pode viver com dignidade, a criação de Deus aparece aí como viciada e anulada.

Por isso Jesus se preocupa tanto com a vida concreta dos camponeses da Galileia. O que aquelas pessoas necessitam primeiro é viver e viver com dignidade. Não é a meta final, mas agora é mesmo o mais urgente. Jesus convida-os a confiar na salvação última do Pai, mas faz salvando as pessoas de males e aliviando doenças e sofrimentos. Anuncia-lhes a felicidade definitiva, no seio de Deus, mas faz introduzindo dignidade, paz e felicidade neste mundo.

Por vezes, nós cristãos expomos a fé com tal confusão de conceitos e palavras que, na hora da verdade, poucos entendem sobre o que é exatamente o reino de Deus de que fala Jesus. No entanto, as coisas não são tão complicadas. A única coisa que Deus quer é isto: uma vida mais humana para todos e desde agora, uma vida que alcance a sua plenitude na vida eterna. Por isso não há que dar a nenhum César o que é de Deus: a vida e a dignidade dos seus filhos.

Publicado originalmente por Religión Digitale traduzido pelo IHU.

*José Antonio Pagola é padre e tem dedicado a sua vida aos estudos bíblicos, nomeadamente à investigação sobre o Jesus histórico. Nascido em 1937, é licenciado em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma (1962), licenciado em Sagradas Escrituras pelo Instituto Bíblico de Roma (1965), e diplomado em Ciências Bíblicas pela École Biblique de Jerusalém (1966). Professor no seminário de San Sebastián (Espanha) e na Faculdade de Teologia do Norte de Espanha (sede de Vitória), foi também reitor do seminário diocesano de San Sebastián e vigário-geral da diocese de San Sebastián



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias