Cultura

19/11/2020 | domtotal.com

O bronco e o pai do bronco

'É competente, apesar da cara de retardado. Fala dois idiomas, incluindo o português'

Vou perguntar ao meu pai, depois te respondo
Vou perguntar ao meu pai, depois te respondo (Unsplash/NeONBRAND)

Afonso Barroso*

Você, que completou 18 anos, virou um dimaior e agora já tem o seu título de eleitor, deixe que eu lhe faça algumas perguntinhas. Primeiro me responda: o que você entende por democracia?

— Democracia? Não sei bem, mas acho que é o regime político em vigor no Brasil. Vou perguntar ao meu pai, depois te respondo. Mas eu sei que ele não gosta muito desse negócio de democracia não. Diz que o tal de governo do povo para o povo não funciona.

Você sabe que a principal arma do povo é o voto?

— Ué, pensava que era fosse pistola automática ou um revólver calibre 38. Vou perguntar ao meu pai. Ele entende disso também.

Sabe o que é um regime ditatorial ou totalitário?

— Acho que é o regime ideal para um país como o Brasil. Mas quero ouvir a opinião do meu pai antes de responder com mais convicção. Já ouvi ele dizer que povo sem instrução tem que ser governado com mão de ferro.

O que é que você pensa dessa pandemia, dessa Covid-19, dessas centenas de milhares de mortes causadas pelo coronavírus no Brasil e no mundo inteiro?

— Acho que não é uma coisa tão catastrófica. É uma gripezinha um pouco mais forte, como disse o presidente, apoiado pelo grande jornalista Alexandre Garcia. Mata menos que o trânsito. Mas, pra ter uma ideia mais clara, vou perguntar pro meu pai. Mas acho que ele está com o presidente. Ele sempre está.

Você acha que o atual ministro do Meio Ambiente é um homem preparado para exercer esse cargo?

— Claro que sim. Pois foi nomeado pelo presidente, e o presidente não erra.

E o das Relações Exteriores, também chamado de chanceler, o que acha dele?

— É competente, apesar da cara de retardado. Fala dois idiomas, incluindo o português. Também só pode ser bom, porque foi nomeado e, desculpe o trocadilho, chancelado pelo nosso senhor Messias, presidente da República.

Você é capaz de citar os nomes de quatro grandes personagens da história universal, que tenham sido exemplos de dignidade e sabedoria?

— Esta é fácil: Hitler, Mussolini, Mao Tsé-Tung e Chiang Kai-shek. Tem ainda o Pol Pot e Gêngis Khan, que também foram admiráveis.

Voltando ao Brasil, você sabe quem foi Juscelino Kubitschek?

— Juscelino? Claro que sei. Foi o presidente que resolveu transferir a capital do Brasil do Rio de Janeiro para Goiás e gastou uma fábula de dinheiro para construir Brasília. Dizem que era meio comunista.

Sabe alguma coisa sobre a chamada Revolução de 1964?

— Sei, sim. Foi um levante militar que estancou o movimento de implantação do regime comunista no Brasil. A Rússia ia dominar o nosso país se as forças armadas não se levantassem e salvassem a nossa bandeira.

Mas, e a repressão que se seguiu ao golpe militar? As artes foram censuradas, a imprensa amordaçada e houve dezenas de assassinatos. O que você fala sobre isso?

— Falo o mesmo que diz a história. Não houve assassinatos. Houve, sim, uma reação ao terrorismo. Todas as pessoas que morreram no enfrentamento com os nossos bravos militares eram terroristas. Assaltavam bancos, sequestravam pessoas, até um embaixador eles sequestraram. Tinham que morrer mesmo. E a censura era necessária, para evitar o recrudescimento dos ânimos.

E quais foram os melhores presidentes do Brasil nos últimos tempos?

— Deixa eu ver: Castelo Branco, Médici, Geisel, Costa e Silva e Figueiredo.

De tudo que você aprendeu sobre a história contemporânea do Brasil, qual é o personagem que você considera o mais admirável?

— Sem dúvida, o coronel Ustra. Brilhante esse homem, até no nome.

Realmente espantoso. Quem te ensinou tudo isso?

— Meu pai.

*Afonso Barroso é jornalista, redator publicitário e editor



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outros Artigos