Brasil Política

27/11/2020 | domtotal.com

Bolsonaro abandona Crivella na eleição do Rio: 'votem em quem quiserem'

Pé frio como cabo eleitoral, candidatos apoiados por Bolsonaro têm fracassado nas eleições. Crivella chegou a ir em Brasília pra pedir empenho do presidente no segundo turno

Marcelo Crivella (Republicanos) foi apoiado pelo presidente no primeiro turno.
Marcelo Crivella (Republicanos) foi apoiado pelo presidente no primeiro turno. (Tânia Rego e Fábio Pozzebom/ABr)

O presidente Jair Bolsonaro disse na noite dessa quinta-feira (26), durante transmissão ao vivo em suas redes sociais, que não vai tomar lado no segundo turno das eleições em São Paulo. "Não vou dar dica aqui. Tô fora dessa". Quando comentou sobre as eleições no Rio de Janeiro, o líder do Planalto tampouco pediu votos para o prefeito e candidato à reeleição Marcelo Crivella (Republicanos), apoiado pelo presidente no primeiro turno.

"Votem em quem quiserem", disse Bolsonaro, que tem boa relação com o adversário de Crivella na disputa, o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM). Paes lidera com folga a corrida eleitoral no Rio de Janeiro, segundo pesquisas de intenção de voto. O presidente falhou como cabo eleitoral nessas eleições.

Ao lado do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e do secretário de Alfabetização, Carlos Nadalim, Bolsonaro lembrou que seu candidato na capital paulista, Celso Russomanno (Republicanos), foi derrotado em primeiro turno, e teceu comentários em tom de crítica sobre os rivais desta segunda etapa, o prefeito e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB), e Guilherme Boulos (PSOL). "O Covas declarou que não votou em mim no segundo turno. Então votou no PT, no Haddad. O outro cara, do PSOL, é conhecido." Covas, na verdade, já disse publicamente que anulou seu voto nas eleições presidenciais de 2018.


Datafolha no Rio


O candidato à prefeitura do Rio de Janeiro pelo DEM, Eduardo Paes, seria eleito prefeito do Rio de Janeiro se a eleição fosse nesta sexta, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha na noite de quinta-feira. Paes teria 55% dos votos, enquanto seu concorrente, o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), teria 23%. Na pesquisa anterior, há exatamente uma semana, Paes tinha 54% e Crivella, 21%. Ambos variaram dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa desta quinta-feira indicou que 18% dos eleitores consultados votariam em branco ou nulo (eram 22% na pesquisa anterior) e 5% não quiseram ou não souberam dizer (na pesquisa anterior eram 3%). Considerando apenas os votos válidos, Paes tem 70% e Crivella, 30%. Segundo a pesquisa, 90% dos eleitores consultados estão totalmente decididos, enquanto 9% ainda podem mudar e 1% não soube responder.

A pesquisa Datafolha foi divulgada um dia após a do Ibope, que na quarta-feira (25) registrou 53% para Paes e 28% para Crivella com 16% de brancos ou nulos e 3% que não quiseram ou não souberam responder.

No primeiro turno, Paes ficou em primeiro, com 37%, enquanto Crivella foi o segundo e obteve 21,9% dos votos. Os votos brancos e nulos representaram 19,23% do total.

O Datafolha ouviu 1.148 eleitores do Rio de Janeiro nos dias 24 e 25 de novembro. A pesquisa foi contratada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) com o protocolo RJ-03404/2020. O nível de confiança estimado é de 95%, ou seja, o levantamento tem 95% de chance de representar a realidade.



Agência Estado/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!