Mundo

02/12/2020 | domtotal.com

Etiópia dá à ONU acesso humanitário ilimitado à região de Tigré


Etíopes que fugiram do conflito na região do Tigré esperam por distribuição de comida, no acampamento de refugiados de Um Raquba, em Gedaref, Sudão, em 1o de dezembro de 2020
Etíopes que fugiram do conflito na região do Tigré esperam por distribuição de comida, no acampamento de refugiados de Um Raquba, em Gedaref, Sudão, em 1o de dezembro de 2020 (Yasuyoshi CHIBA/AFP)

O governo etíope deu à ONU acesso humanitário "sem restrições" à região do Tigré, após quatro semanas de conflito armado e vários pedidos para que fosse possível entregar ajuda - conforme um documento, ao qual a AFP teve acesso nesta quarta-feira (2).

Este texto, um acordo assinado entre a ONU e o ministro etíope da Paz, autoriza um acesso "sem restrições, contínuo e seguro de pessoal e serviços humanitários à população vulnerável nas regiões administradas pelo governo em Tigré" e nas regiões vizinhas de Amhara e Afar.

Um alto funcionário da ONU, que pediu para não ser identificado, disse hoje à AFP que este acordo permitirá que as Nações Unidas e as organizações humanitárias levem ajuda "aonde as pessoas precisam".

Há semanas, a ONU alerta para uma possível catástrofe humanitária na região dissidente, isolada do mundo desde o início do conflito.

Estas quatro semanas de combates, desde que o primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, enviou as Forças Armadas federais para a região do Tigré em 4 de novembro, causaram a fuga de 45.000 pessoas para o vizinho Sudão e um número indeterminado de deslocados no interior da região.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!