Ciência e Tecnologia

17/12/2020 | domtotal.com

Após Facebook e YouTube, Twitter exige exclusão de posts falsos sobre vacina

'Informação errada sobre as vacinas representa um desafio sanitário importante' diz rede social

Twitter pedirá aos seus usuários que eliminem informações falsas que sugiram que as vacinas são prejudicial
Twitter pedirá aos seus usuários que eliminem informações falsas que sugiram que as vacinas são prejudicial (Olivier DOULIERY/afp)

A plataforma Twitter anunciou nesta quarta-feira (16) que exigirá a eliminação de publicações falsas sobre as vacinas contra a Covid-19 a partir da semana que vem, seguindo os passos do Facebook e do YouTube.

"Em uma pandemia, a informação errada sobre as vacinas representa um desafio sanitário importante e crescente, e todos temos um papel a desempenhar", informou a equipe de segurança da rede social em um blog.

O Twitter pedirá aos seus usuários que eliminem informações falsas que sugiram que as vacinas são usadas para prejudicar ou controlar as populações, mintam sobre supostos efeitos colaterais ou questionem a existência da Covid-19 e a necessidade de se vacinar. Os afetados terão que eliminar suas mensagens para poder tuitar novamente.

Desde o começo de 2021, o Twitter planeja colocar advertências debaixo de mensagens que contenham rumores infundados, assim como informação incompleta ou fora de contexto sobre as vacinas.

A plataforma já aplica regras à desinformação sobre o coronavírus, mas até agora não tinha anunciado medidas específica sobre conteúdo relacionado com as vacinas.

Vários países, inclusive Reino Unido, Estados Unidos e Canadá, iniciaram campanhas de vacinação e se espera que a União Europeia comece a imunização em breve.

Em outubro, quando as vacinas estavam em fase de testes clínicos, YouTube e Facebook anunciaram regulações estritas para proibir informação errada sobre elas ou prejudicasse as campanhas de vacinação.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!