Brasil Cidades

18/12/2020 | domtotal.com

'Cuidado para não matar sua mãe', diz Kalil ao falar sobre comércio e volta às aulas

Prefeito fez um apelo para que as pessoas não façam aglomerações nas festas de fim de ano

Prefeito Alexandre Kalil durante coletiva nesta sexta-feira (18)
Prefeito Alexandre Kalil durante coletiva nesta sexta-feira (18) (Chiara Ribeiro/ Colaboradora Whatsapp)

No dia em que anunciou a ampliação do horário do funcionamento do comércio, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), disse nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, que o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 acompanha estudos internacionais que apontam que as escolas não têm papel relevante para a disseminação do novo coronavírus. 

"É um assunto que nós começamos a conversar agora, com as escolas e as creches. Os protocolos já estão prontos e começo, na segunda-feira (21), a tratar desse assunto, para que no ano que vem a gente possa tentar fazer o plano pedagógico de dois anos em um na escola fundamental”.

Estudos recentes feitos em países como Alemanha e Noruega apontam que as escolas não são determinantes para a propagação do coronavírus. Uma análise publicada pelo Instituto de Economia do Trabalho (IZA, em alemão), por exemplo, mostrou que o número de novos casos no país não aumentou quando as escolas foram reabertas em setembro, após as férias de verão.

As aulas presenciais estão suspensas em Belo Horizonte desde março deste ano, em razão pandemia de covid-19. Não há data para o retorno das atividades e, até então, a retomada estava dependendo da chegada da vacina.

Comércio

Sobre o comércio, o prefeito confirmou a ampliação do horário de funcionamento neste fim de ano. As lojas de rua vão poder funcionar de 9h às 20h, enquanto os shoppings podem abrir das 10h às 21h. A mudança vale a partir deste sábado (19) e, segundo Kali, busca evitar aglomerações.

"Estamos ampliando simplesmente para evitar aglomeração. Isso não é porque a situação está boa. Isso é uma medida técnica para evitar aglomerações. Que se fique claro que isso não é para ir passear na rua", disse o prefeito.

Festas de fim de ano

Apesar da ampliação do horário de funcionamento do comércio, Kalil foi duro ao alertar a população sobre os riscos de propagação do coronavírus, especialmente nas festas de final de ano.

Nos Estados Unidos, o feriado de Ação de Graças, quando milhões de americanos fizeram encontros familiares, fez disparar os casos de Covid-19. Especialistas temem que algo semelhante ocorra no Brasil, que já registra crescimento no número de mortes e infecções.

"O meu filho está doente e isolado. Mas não é porque ele foi para a balada, é porque ele é médico. Está chegando a esse ponto. Eu sei que Deus vai me proteger, não vai acontecer nada com ele. Ele está isolado da mulher, das filhas. Não encontrei com ele porque eles não querem me matar. Então, eu não tenho menor risco de estar doente. Cuidado para não matar seu pai, para você não matar seu amigo, não matar sua mãe, para você não passar o último natal com sua família", disse Kalil, que fez também um alerta sobre as crianças.

"Gostaria de avisar para certa parte da população, essa que tem plano de saúde, que pretende fazer festas, se reunir com a família, que aquele cartãozinho de plano de saúde, que principalmente a classe A tem, aquilo não é vacina. E aconselho a todos esses que acham que cartão de plano de saúde é vacina, que consultem seus hospitais particulares para ver a situação dos hospitais particulares, que estão hoje estrangulados, diferentemente do setor público, que está também em um situação difícil, mas não estão fechando porta de hospitais. Dobrou o número de crianças internadas no Brasil por causa do coronavírus. Nós tivemos um óbito de um rapaz de 27 anos, sem nenhum comorbidade, na Santa Casa", disse.


Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!