Engenharia Ensaios em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade

22/12/2020 | domtotal.com

Evolução do PIB per capita e a situação política e sócio econômica

O difícil é que a maioria parece estar atenta apenas às sombras na caverna

Mudança de venezuelanos para novo endereço em Manaus no dia 3 de setembro
Mudança de venezuelanos para novo endereço em Manaus no dia 3 de setembro (Prefeitura de Manaus)

Jose Antonio de Sousa Neto*

É com desalento que observo os números do quadro que se segue. A evidência é contundente e desmonta os discursos e a pós verdade que tomou conta do país, não agora, mas ao longo dos últimos 35 anos. Sob o ponto de vista econômico a combinação de grupos oligarcas amorfos com a extrema esquerda conduziu o país por desastres sucessivos e profundamente onerosos para a nação. E vejam que aqui neste texto não estamos focando também no legado sombrio da distorção das instituições cuja correção é difícil estimar em termos de prazo e de custo, embora estas graves disfuncionalidades têm sido determinantes como barreiras principais ao desenvolvimento sócio econômico do país.

Crescimento acumulado do PIB per capita por década.


Crescimento acumulado em 10 anosCrescimento médio anual
1901-1011.3%1.1%
1911-20
17.3%1.6%
1921-3034.2%3,0%
1931-4032.3%2.8%
1941-5040.8%3.5%
1951-6051.1%4.2%
1961-70
36.9%3.2%
1971-8079.1%6.0%
1981-90-3.9%-0.4%
1991-0018.1%1.7%
2001-1027.8%2.5%
Projeção 2011-20*0.0%0.0%

Fonte: IBGE e BCB até 2017 e estimativa para 2018-20. https://blogdoibre.fgv.br/posts/evolucao-do-pib-capita-e-situacao-politica

Também desalentador o fato de que após 100 anos as semelhanças entre as elites oligárquicas do presente e do passado são contundentes. Bolhas de realidades paralelas agarradas aos privilégios e ao poder e com transgressões graves aos fundamentos da própria constituição e da democracia. Por esses dias, assistindo a novela Jesus da TV Record tem sido para mim inevitável a comparação e a notável semelhança dos "doutores" do Sinédrio com diversos "doutores" que compõe algumas de nossas instituições. Acho que fazia uns 30 anos que eu não assistia uma novela.  Primeiro, e aqui peço desculpas aos leitores por um linguajar mais duro, pelo lixo televisivo que nos tem sido imposto por boa parte da mídia, sobretudo ao longo dos últimos 20 anos. Segundo porque nestas últimas décadas a própria história do país já é uma novela real que paira sobre as nossas cabeças e que consome as energias disponíveis em cada um de nós para assistir este tipo de "entretenimento". Uma novela de profundo mau gosto com enredo que às vezes se parece mais com filmes de horror de baixa qualidade. Na verdade, até bem pior porque enquanto estes últimos podemos não assistir, da nossa novela real com cenas horríveis não podemos escapar.

Também infelizmente este cenário é muito homogêneo no contexto da América Latina como um todo. Um continente que ao longo dos últimos 30 anos, também governado combinações de grupos oligarcas amorfos com versões diversas da extrema esquerda, se descolou da Ásia e até da África em termos de crescimento econômico percentual.

Potencial extraordinário como nação não vou cansar de repetir que temos. E isso é valido e justo de se fazer porque é uma verdade. É preciso buscar o caminho do equilíbrio. Sem arroubos, delírios e extremos. Mas se o conteúdo da entrevista do ministro Paulo Guedes à revista Veja desta semana  for uma transcrição fidedigna dos fatos e do que eles sugerem, não é difícil entender o tamanho de nossos desafios, dos riscos que parecem nos rondar o tempo todo e a razão dos números apresentados no quadro acima. A vigilância é um requisito fundamental tanto para o mundo espiritual quanto para o mundo em que estamos. O difícil é que como a maioria parece estar na caverna e atenta apenas às sombras refletidas em suas paredes, acabam por não vigiar o que seria realmente preciso.

*Professor da EMGE (Escola de Engenharia e Ciência da Computação)



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!