Esporte

10/01/2021 | domtotal.com

Iniciativa leva saltos ornamentais a jovens em vulnerabilidade social em oito estados

Projeto da UnB e da CBSO quer atender 1.120 crianças e adolescentes em todo o país

Os núcleos estão distribuídos por Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo
Os núcleos estão distribuídos por Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo (Francisco Medeiros/Ministério da Cidadania)

Criar dez núcleos de saltos ornamentais para atender 1.120 crianças e adolescentes de 6 a 14 anos em situação de vulnerabilidade, em oito estados e no Distrito Federal, e difundir a modalidade nas cinco regiões do país. É o que visa o projeto "Um Salto na Educação", desenvolvido em parceria pela Universidade de Brasília (UnB) e a Confederação Brasileira de Saltos Ornamentais (CBSO, ou Saltos Brasil).

A iniciativa tem o apoio da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, oficializado na edição do último dia 17 do Diário Oficial da União (DOU). Segundo a publicação, a vigência do projeto é de 24 meses, com investimento federal de R$ 4,44 milhões.

"Para que as crianças participem, elas deverão estar matriculadas na escola. O objetivo é oportunizar o envolvimento com a modalidade e que os jovens tenham os benefícios que a prática esportiva sistematizada dá à formação deles. [Saltos ornamentais] não é uma atividade que qualquer um pratica, então, fazer algo diferenciado é enriquecedor", afirma o técnico olímpico Ricardo Moreira, presidente da Saltos Brasil.

Os núcleos estão distribuídos por Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo (confira abaixo os locais). A capital federal terá duas sedes, sendo uma no centro olímpico da UnB, considerado um dos principais do continente. Segundo Moreira, a previsão é que as aulas comecem entre o fim de março e o início de abril.

"Cada núcleo atenderá 112 crianças. Elas terão aulas duas vezes na semana, de manhã e à tarde, sendo cada aula com duas horas de duração. A gente vai contratar um treinador e dois monitores para cada núcleo e dará capacitação aos profissionais", explica o dirigente. "A capacitação será permanente, pois queremos um trabalho mais padronizado. A ideia é formar cidadãos, mas também novos treinadores, despertar o interesse de profissionais na modalidade", completa.

"Ampliar o acesso à prática do esporte entre nossas crianças e jovens é um dos objetivos principais da Secretaria Especial do Esporte. Estamos falando de uma modalidade encantadora e, quem sabe, daqui a alguns anos, não teremos descoberto talentos que, ali na frente, vão representar bem o Brasil nas grandes competições. Só que o mais importante é a formação desses jovens. O esporte é um pilar importantíssimo na construção da nossa cidadania", disse a ex-nadadora Fabíola Molina, secretária nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, em comunicado do Ministério da Cidadania.

A possibilidade de revelar talentos para o futuro da modalidade, embora não seja a prioridade, também é aventada por Moreira. O dirigente cita como exemplo quatro dos principais atletas do país na atualidade: Giovanna Pedroso, Ingrid Oliveira (representaram o Brasil na Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016), Kawan Pereira e Isaac Filho (finalistas da plataforma sincronizada masculina no Mundial de 2019, na Coreia do Sul).

"São quatro grandes atletas, medalhistas em Jogos Pan-Americanos, que vieram de comunidades carentes, entraram no esporte em projetos sociais e tiveram a oportunidade de se desenvolverem e mostrarem potencial. São referências que tiveram a vida transformada pelo esporte. [Encontrar talentos] não é o objetivo principal do projeto, mas, caso tenha alguma criança que a gente veja que tem uma possibilidade maior, com certeza vamos orientar e encaminhar para um clube ou local onde tenha uma melhor estrutura", conclui Moreira.

Núcleos do projeto

Centro Olímpico da Universidade de Brasília (UnB) ?" Brasília

Associação Brasiliense de Saltos Ornamentais ?" Brasília

Complexo Esportivo Maracanã ?" Rio de Janeiro

Cabo Branco ?" João Pessoa

Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo (USP) ?" São Paulo

Estádio Rei Pelé ?" Maceió

Clube do Trabalhador do Amazonas (Sesi) ?" Manaus

Clube Ferreira Pacheco (Sesi) ?" Goiânia

Complexo Aquático da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) ?" Palhoça (SC)

Centro de Formação Olímpica do Nordeste ?" Fortaleza


Agência Brasil



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias