Coronavírus

12/01/2021 | domtotal.com

Duas semanas após festas de fim de ano, BH vive explosão de casos de Covid

MG bate recorde desde o início da pandemia e chega à média de 96 mortes por dia

Ocupação de leitos de UTI em BH está em 86,5%
Ocupação de leitos de UTI em BH está em 86,5% (Rovena Rosa/ABr)

Não foi falta de advertência. Epidemiologistas, médicos e o próprio prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, avisou que a capital mineira poderia enfrentar uma explosão no número de casos e mortes por Covid-19, em decorrência das festas de fim de ano. Não faltaram apelos para que as reuniões se restringissem ao número mínimo e mantivessem os procedimentos de distanciamento e cuidados com a higiene.

Os alertas parecem não terem surtido grande efeito, pois Belo Horizonte vive atualmente um preocupante cenário em relação à pandemia do novo coronavírus. Do dia 25 de dezembro até o dia 10 de janeiro, houve um aumento de 53% no número de infectados por 100 mil habitantes, com alta significativa nos últimos três dias.

Os números são alarmantes. O total de óbitos em decorrência da doença em Belo Horizonte está próximo de 2 mil, com 1.956 mortes registradas desde o início da pandemia. Ao todo, 70.223 pessoas foram contaminadas pela Covid-19 na capital.

O índice de transmissão ou número médio de transmissão por infectado (RT) segue acima de 1, quando uma pessoa transmite para mais de uma outra pessoa. Atualmente, Belo Horizonte está com o índice de 1,04.

Mais preocupante é a ocupação de leitos na capital. Os leitos de UTI para Covid-19, em 24 de dezembro, estavam com ocupação de 75% e, nesta segunda-feira (11) registravam 86,5% de ocupação. Foram quatro recordes seguidos este ano na taxa de ocupação das UTIs, o que fez com que a prefeitura impusesse o fechamento de várias atividades comerciais. Em relação aos leitos de enfermaria, o aumento foi menor, de 65% em 24 de dezembro para 66,1% no início desta semana.

Minas bate recorde

No caso do estado, Minas Gerais alcançou uma marca também preocupante, com uma média móvel de casos de Covid-19 de 6.124 na segunda-feira (11). É o maior registro no número de casos desde o início da pandemia e a média de casos segue crescente, com alta de 65% em relação a 14 dias atrás.

A média de mortes também aumentou significativamente em relação há 14 dias, com a marca de 96 por dia. Em 29 de dezembro, a taxa de óbitos era de 51, o que representa um aumento de 89%.


PBH/SES-MG/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!