Coronavírus

14/01/2021 | domtotal.com

Reino Unido suspende voos do Brasil e outros 15 países após nova variante

As novas regras passarão a valer a partir da sexta-feira (15)

Família monitora voo para Londres, da British Airways, no aeroporto de Düsseldorf, em 21 de dezembro de 2020
Família monitora voo para Londres, da British Airways, no aeroporto de Düsseldorf, em 21 de dezembro de 2020 (Ina Fassbender/AFP)

O Reino Unido decidiu, nesta quinta-feira (14), suspender voos do Brasil e de outros 15 países. De acordo com o secretário de Transportes do país, Grant Shapps, a decisão, que ele classificou como "urgente", foi tomada após as evidências de um nova variante do coronavírus no Amazonas. As novas regras passarão a valer a partir da sexta-feira (15).

"Esta medida não se aplica a cidadãos britânicos e irlandeses nacionais de países terceiros com direitos de residência - mas os passageiros que retornam desses destinos devem se isolar por dez dias junto com suas famílias", explicou Shapps, em sua conta oficial no Twitter.

"As viagens de Portugal para o Reino Unido também serão suspensas devido aos seus laços estreitos com o Brasil", afirmou, embora "os caminhoneiros que viajam de Portugal terão isenção, para permitir o transporte de bens essenciais".

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, havia afirmado ontem que o governo estava "preocupado" com a nova variante do coronavírus encontrada no Brasil. Durante uma sessão na Câmara dos Comuns, ele chegou a ser pressionado por parlamentares a dizer quais medidas seriam tomadas, mas não havia confirmado a suspensão dos voos.

"Mais uma vez parece que os conservadores perderam a oportunidade de contribuir para deter a propagação da Covid-19", afirmou Sarah Olney, responsável do centrista Partido Liberal Democrata em transportes.

"Estão atrasando para tomar medidas para cortar as viagens entre o Reino Unido e a América do Sul, arriscando a chegada da nova cepa", apesar de o "Brasil já ter cancelado os voos do Reino Unido", acrescentou.

País mais castigado da Europa pela pandemia, com quase 85 mil mortes confirmadas por Covid-19, o Reino Unido enfrenta uma onda incontrolável de contágios desde a descoberta em dezembro de uma nova cepa no sul da Inglaterra, aparentemente muito mais contagiosa.

Nesta semana, cientistas da Fundação Oswaldo Cruz Amazônia (Fiocruz Amazônia) identificaram uma nova variante do coronavírus no Amazonas. A mutação do vírus é compatível com as amostras coletadas em turistas brasileiros infectados com a variante que desembarcaram no Japão no começo do mês.

Neste contexto, a oposição britânica pediu "aos conservadores que tomem medidas rápidas e decisivas para reduzir a propagação dessas novas variantes".

O Reino Unido já suspendeu as viagens diretas procedentes da África do Sul, pela descoberta de outra variante do vírus nesse país.

Inicialmente prevista para entrar em vigor neste fim de semana, a obrigação de apresentar um teste negativo de coronavírus para entrar na Inglaterra - exigência que o país impôs após muitos de seus vizinhos - foi adiada para a próxima segunda-feira. A Escócia começará a aplicá-la na sexta-feira.

Os viajantes que não tiverem esse certificado deverão pagar uma multa de 500 libras esterlinas (685 dólares) na chegada.

"Implementamos um período de graça neste fim de semana (...) para que os viajantes tenham um pouco mais de tempo para garantir o acesso aos testes que precisam", explicou o porta-voz de Johnson à imprensa.

Além do Brasil, o Reino Unido também proibiu viagens de Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai, Venezuela e Portugal.


Agência Estado/AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!