Esporte

07/02/2021 | domtotal.com

Tigres vence Palmeiras e vai disputar a final; Verdão segue sem Mundial de Clubes

Time mexicano acabou com o sonho do Palmeiras de conquistar seu primeiro título mundial e se tornar a primeira equipe brasileira a vencer o torneio desde 2012

O francês Andre-Pierre Gignac levou o Tigres à final do Mundial de Clubes convertendo um pênalti no segundo tempo na vitória sobre o Palmeiras
O francês Andre-Pierre Gignac levou o Tigres à final do Mundial de Clubes convertendo um pênalti no segundo tempo na vitória sobre o Palmeiras (Karim JAAFAR/AFP)

O Tigres se tornou o primeiro time mexicano a se classificar para a final de um Mundial de Clubes, ao derrotar o Palmeiras, campeão da Libertadores, neste domingo, por 1 a 0, no Estádio da Cidade da Educação, em Al Rayyan, no Catar.

Graças a um gol de pênalti do francês André-Pierre Gignac, os 'Felinos' fizeram história no torneio internacional, e agora a equipe comandada por Ricardo Ferretti aguarda seu adversário para a disputa pelo título, que sairá do duelo desta segunda-feira entre o alemão Bayern de Munique e o Al-Ahly do Egito.

O Tigres, portanto, conseguiu o melhor desempenho de uma equipe mexicana, e de qualquer outro representante da Concacaf, nas 16 edições anteriores do Mundial de Clubes. Necaxa (2000), Monterrey (2012 e 2019), Pachuca (2017) e o costarriquenho Deportivo Saprissa (2005) alcançaram o terceiro lugar.

O vencedor da Liga dos Campeões da Concacaf, que vinha de uma vitória sobre o campeão asiático, o sul-coreano Ulsan Hyundai por 2 a 1, acabou com o sonho do Palmeiras de conquistar seu primeiro título mundial e se tornar a primeira equipe brasileira a vencer o torneio desde o título mundial conquistado pelo Corinthians em 2012 (quando venceu o Chelsea).

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, presenciou da tribuna o bom desempenho da equipe de 'Tuca' Ferreti, que fez apenas uma modificação em relação ao time que disputou as quartas de final: Francisco Meza saiu para a entrada do paraguaio Carlos González, mudança que se mostrou bem sucedida.

Apesar de um primeiro susto do Tigres com uma cabeçada forte de Carlos González seguida por uma excelente defesa de Weverton logo aos 3 minutos, foram os brasileiros que dominaram por mais tempo na primeira etapa.

Até que Gignac e o colombiano Luis Quiñones se mostraram mais inspirados minutos antes do intervalo. Os dois homens de ataque se movimentaram pelo lado esquerdo, criando perigo constante.

Na volta do vestiário a tendência se manteve e a recompensa veio com um pênalti aos 52 minutos quando Luan segurou Carlos González na área. Gignac não tremeu e superou o goleiro brasileiro e marcou seu terceiro gol neste Mundial, todos os que foram marcados pelo Tigres. Foi também o 147º gol do atacante francês pelo time de San Nicolás de los Garza.

Restavam 40 minutos para o Palmeiras, mas a equipe comandada pelo português Abel Ferreira não conseguia incomodar o gol do argentino Nahuel Guzmán, além de uma cabeçada alta do goleiro Weverton, que havia aparecido na área para tentar no desespero fazer o gol do empate nos acréscimos e tentar forçar a prorrogação.

"Fizemos um grande esforço, desde o goleiro até o atacante. Se tivéssemos tocado um pouco mais a bola, perdido menos bolas fáceis... eles estavam muito cansados depois da Libertadores, que comemoraram muito", disse o artilheiro do Tigres após a partida.

"Somos o primeiro clube mexicano a chegar à final. Agora, como aconteceu depois da partida contra o Ulsan, vamos descansar e nos preparar para a final", disse.

Em sua primeira participação em um Mundial, o Tigres fez história e quer continuar fazendo.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!