Brasil Política

02/03/2021 | domtotal.com

Ex-ministro Mandetta se acerta com o DEM e terá apoio da sigla para 2022

Médico desponta como um dos principais nomes na corrida ao Planalto

Mandetta deve disputar as eleições de 2022
Mandetta deve disputar as eleições de 2022 (Marcelo Casal jr/ Abr)

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta fez as pazes com a cúpula do DEM, na semana passada. Mandetta permanecerá no partido, que se comprometeu a dar apoio logístico e de comunicação para que ele viaje pelo país, nos próximos meses, e tente tornar viável seu nome para a disputa presidencial de 2022.

Em meados de fevereiro, o ex-ministro se irritou com o presidente do DEM, ACM Neto, que mencionou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), entre as opções da legenda para 2022.

"A base do partido virou uma geleia. 'Posso estar com Doria, Bolsonaro, Mandetta, Huck ou Ciro'. Daqui a pouco até Lula vai aparecer como cotado para receber o apoio", disse Mandetta, na ocasião.

A reconciliação ocorreu numa reunião na casa do ex-deputado e secretário-geral do DEM, Pauderney Avelino, em Brasília, na noite da última quarta-feira (24). 

Segundo um dos participantes, uma eventual saída de Mandetta do partido sequer foi cogitada e a conversa foi em tom amistoso. Depois que o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (RJ) rompeu com ACM Neto no rastro da eleição para o comando da Casa, avisando que deixará o DEM, surgiram rumores de que Mandetta seguiria o mesmo caminho.

A partir daí, porém, houve um acordo com o ex-ministro. Embora ainda não seja pré-candidato do DEM para 2022, Mandetta recebeu da cúpula da legenda a promessa de que terá apoio logístico e de comunicação para "rodar o país", na tentativa de obter apoio para a corrida presidencial. Esta fase deve começar depois que a pandemia de Covid-19 arrefecer.

"Mandetta é um quadro muito importante que o Democratas tem. Tornou-se uma figura apreciada pelo Brasil, pelo trabalho do Ministério da Saúde, e é natural que seja uma referência do partido. Não estamos tratando neste momento de 2022, mas o Mandetta é uma figura que vai ter peso interno no DEM, nesse debate", disse ACM Neto. "Agora, mais do que nunca, a palavra dele é uma palavra que tem importância nesse debate sobre a superação da pandemia. Mas todos temos consciência de que, num quadro tão grave como o que vive o Brasil, não dá para falar em eleição agora", completou o ex-prefeito de Salvador.

Após ser demitido do Ministério da Saúde, em abril do ano passado, Mandetta passou a ver seu nome incluído em pesquisas de intenção de voto para 2022, muitas vezes com bons resultados. No fim de janeiro, por exemplo, pesquisa Atlas mostrou o médico com 3,4%, porcentual próximo daquele obtido pelo governador de São Paulo, João Doria (3,6%), do PSDB, e maior que o do apresentador Luciano Huck (1,9%), ainda sem filiação partidária.

Para selar o acordo com o DEM, Mandetta fará uma transmissão ao vivo com ACM Neto às 19 horas desta terça-feira (2). A transmissão será reproduzida nos perfis de ambos no Instagram.


Agência Estado



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias