Religião

18/03/2021 | domtotal.com

Mártires da caridade e outros servos de Deus são reconhecidos pela Igreja

Congregação para as Causas dos Santos publica decretos sobre as virtude heroicas de possíveis novos canonizados

A Serva de Deus Floralba Rondi, da mesma Congregação das Irmãs dos Pobres, teve suas virtudes heroicas reconhecidas pelo Papa em fevereiro passado
A Serva de Deus Floralba Rondi, da mesma Congregação das Irmãs dos Pobres, teve suas virtudes heroicas reconhecidas pelo Papa em fevereiro passado (Vatican Media)

Nesta quarta-feira (17), o santo padre Francisco recebeu em audiência o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Marcello Semeraro. Durante o encontro, o sumo pontífice autorizou a mesma congregação a promulgar os decretos concernentes às virtudes heroicas de diversos Servos de Deus.

Entre os que foram reconhecidos virtuosos estão três religiosas italianas da Congregação das Irmãs dos Pobres, falecidas em 1995 onde hoje é a República Democrática do Congo, prestando ajuda aos pobres durante uma epidemia de Ebola. Em 20 de fevereiro de 2021, o papa Francisco já havia autorizado a promulgação dos decretos relativos a outras três religiosas da Congregação, falecidas nas mesmas condições.

Segue a lista dos Servos de Deus:

  • Mercurio Maria Teresi, arcebispo de Monreale; nascido em 10 de outubro de 1742 em Montemaggiore Belsito (Itália) e falecido em Monreale (Itália) em 18 de abril de 1805;
  • Cosma Muñoz Pérez, sacerdote diocesano, fundador da Congregação das Filhas do Padroado de Santa Maria; nascido em 1573 em Villar del Rio (Espanha) e falecido em Córdoba (Espanha) em 3 de dezembro de 1636;
  • Salvatore Valera Parra, sacerdote diocesano; nascido em 27 de fevereiro de 1816 em Huércal-Overa (Espanha), onde veio a falecer em 15 de março de 1889;
  • Leo Veuthey (no século, Clovis), sacerdote professo da Ordem dos Frades Menores Conventuais; nascido em 3 de março de 1896 em Dorénaz (Suíça) e falecido em Roma (Itália) em 7 de junho de 1974;
  • Annelvira Ossoli (no século, Celeste Maria), religiosa professa da Congregação das Irmãs dos Pobres, Instituto Palazzolo; nascida em 26 de agosto de 1936 em Orzivecchi (Itália) e falecida em Kikwit (República Democrática do Congo), em 23 de maio de 1995;
  • Vitarosa Zorza (no século, Maria Rosa), religiosa professa da Congregação das Irmãs dos Pobres, Instituto Palazzolo; nascida em 9 de outubro de 1943 em Palosco (Itália) e falecida em Kikwit (República Democrática do Congo,) em 28 de maio de 1995;
  • Danielangela Sorti (no século, Anna Maria), religiosa professa da Congregação das Irmãs dos Pobres, Instituto Palazzolo; nascida em 15 de junho de 1947 em Bérgamo (Itália) e falecida em Kikwit (República Democrática do Congo), em 11 de maio de 1995.

Juntamente com outras religiosas do Instituto Palazzolo, as irmãs Annelvira Ossoli, Vitarosa Zorza e Danielangela Sorti, morreram no serviço aos pobres em 1995, durante um surto de Ebola onde hoje é a República Democrática do Congo. Em 20 de fevereiro de 2021, o papa Francisco já havia autorizado a promulgação dos decretos relativos à irmã Floralba Rondi Floralba, irmã Clarangela Ghilardi e irmã Dinarosa Belleri. Os restos mortais das seis religiosas, a pedido expresso do bispo de Kikwit, dom Edouard Mununu, repousam em frente à Catedral de Kikwit. Elas são conhecidas como "mártires da caridade".

As Irmãs dos Pobres, Instituto Palazzolo (Suore delle Poverelle dell'Istituto Palazzolo, em italiano; Institutum sororum Paupercularum, em latim; abreviatura: SdPIP ) é um instituto religioso de direito pontifício cujos membros professam votos públicos de castidade, pobreza e obediência e seguem o caminho evangélico de vida em comum. Sua missão inclui serviço aos pobres, cuidados dos órfãos e de enfermagem. O Instituto foi fundado em Bérgamo, em 1869, por bd. Luigi Maria Palazzolo, com a ajuda de Maria Teresa Gabrieli, recebendo o status pontifício em 1912. As irmãs têm casas no Brasil, Burkina Faso, Congo, Itália, Costa do Marfim, Quênia, Malawi, Peru, Suíça.  A Casa Geral da Congregação localiza-se em Bérgamo. 



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!