Brasil

05/04/2021 | domtotal.com

O bom, o mau e o feio

E o mau? Esse eu ainda estou procurando, porque não é fácil ser mau por inteiro

Pessoas aglomeradas e sem máscaras na saída do Palácio da Alvorada cumprimentam o presidente, em abril de 2020, quando o número de mortos no país era de quase 4 mil mortos
Pessoas aglomeradas e sem máscaras na saída do Palácio da Alvorada cumprimentam o presidente, em abril de 2020, quando o número de mortos no país era de quase 4 mil mortos (Marcos Corrêa/PR)

Afonso Barroso*

Eu, tu, ele, nós, vós, eles, todos nós temos qualidades e defeitos. Uns menos, outros mais, é claro, mas todos temos. Agora eu pergunto ao botão mais próximo da minha camisa: existirá alguém detentor de todas as qualidades ou todos os defeitos possíveis? Existirá o extraordinariamente bom? E o incrivelmente feio? E o terrivelmente mau?

Como o botão não respondeu, acendi minha lanterna de Diógenes e saí à procura desses indivíduos especiais.

O bom, o ser humano que detém todas as qualidades, tudo que pode haver de bom, esse eu achei sem maior esforço, só que ele existiu há mais de dois mil anos. Nome dele, Jesus Cristo. Um homem fabuloso, que até milagres fazia. Tinha tantas qualidades, era tão bom, tão puro e santo, tão manso e humilde de coração, tão amigo, tão bondoso e tão sábio que acabou sendo crucificado, morto e sepultado. Os soberanos, maus como em geral o são, não suportaram tanta bondade e o condenaram à morte.

Feio também eu achei. Achei vários até. O Zé Bodega (não sei se era esse mesmo o nome dele) é um dos exemplos. Meu Deus, que sujeito feio. A cara era amassada, como se tivesse sido passada a ferro de engomar. Tinha olhos esbugalhados, nariz achatado e largo, na boca enorme um único dente, as orelhas cabanadas e descomunais, os cabelos crespos e sem cor definida. Parece que o Criador resolveu premiar essa criatura com o pior dos aspectos. Esse tal Bodega, campeão absoluto da minha pesquisa do feio, eu conheci muito cedo, ainda na minha infância, em São José do Jacuri. Terra onde havia gente bonita, mas também algumas danadas de feias.

E o mau? Esse eu ainda estou procurando, porque não é fácil ser mau por inteiro. Encontrei alguns que chegam perto da maldade suprema. Vi assassinos de aluguel, aqueles que matam por dinheiro. Vi outros que matam e têm como recompensa o simples prazer de matar. Conheci ladrões, os que vivem dos bens alheios. Conheci empresários que tratam empregados como escravos. Conheci políticos enganadores, que prometem mundos e fundos, mas entregam mundos de mentiras e embolsam os fundos. Também conheci os corruptos, administradores que se apropriam do dinheiro público sem o menor pudor. E conheci, imaginem só, magistrados vendilhões de sentenças.

Mas era pouco o que encontrava na minha busca. Queria achar algum homem que fosse possuidor de todos os defeitos, e não apenas de um ou alguns. Alguém que fosse capaz de rir da desgraça alheia. De receitar remédios sem comprovação científica de eficácia e causadores de graves efeitos colaterais. Alguém capaz de amealhar, com sua enorme esperteza, milhões de admiradores e levá-los a idolatrar suas mentiras, ludibriando-os maquiavelicamente. Que levasse esses incautos a seguir fielmente, como cães amestrados, suas ideias malucas, despóticas e extremistas. Que fosse, além de tudo, psicopata, neurastênico, inconsequente. Esse é o mau que procuro. O mau por inteiro, perverso ao ponto de fazer inveja ao diabo. Existirá tal ser humano?

Além do botão da minha camisa, comentei essa busca com um amigo, desses que se mantém sempre atentos ao mundo em redor. Ele me olhou com ar de quem sabe das coisas e perguntou: por acaso você já procurou em Brasília?

O texto reflete a opinião pessoal do autor, não necessariamente do Dom Total. O autor assume integral e exclusivamente responsabilidade pela sua opinião.

*Afonso Barroso é jornalista, redator publicitário e editor

O texto reflete a opinião pessoal do autor, não necessariamente do Dom Total. O autor assume integral e exclusivamente responsabilidade pela sua opinião.



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!