Coronavírus

08/04/2021 | domtotal.com

Trabalhadores das Forças de Segurança começam a ser vacinados em Minas Gerais

Com a última remessa de de vacinas recebidas pelo estado, 4.205 profissionais das forças de segurança poderão receber a 1ª dose, o que corresponde a 6% deste público-prioritário

A vacinação das Forças de Segurança será ordenada por critérios de prioridade, visando contemplar os profissionais mais expostos à Covid-19
A vacinação das Forças de Segurança será ordenada por critérios de prioridade, visando contemplar os profissionais mais expostos à Covid-19 (PCMG / Divulgação)

Os profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e das Forças Armadas começaram a ser imunizados em Minas Gerais, conforme orientação do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde (MS).

A partir da 11ª remessa, recebida na quinta-feira passada (1º), parte das doses de CoronaVac já será utilizada para imunizar 4.205 profissionais das forças de segurança, o que corresponde a 6% deste público-prioritário tomando a D1 (ou primeira dose).

Quantitativo

O quantitativo foi disponibilizado às 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs) conforme Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 (PNO), tendo como base os números informados pelos municípios, conforme Nota Técnica nº 297/2021, do Ministério da Saúde (MS). A partir destes dados, foram distribuídos os 6% determinados para as categorias, nessa primeira etapa.

Leia também:

Prioridade

A vacinação das Forças de Segurança será ordenada por critérios de prioridade, visando contemplar os profissionais mais expostos à Covid-19. Serão vacinados: os trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar, trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19, trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

"As Forças de Segurança têm auxiliado tanto nas ações que buscam conter a disseminação da doença, quanto na fiscalização de distanciamento social e de medidas restritivas e preventivas. Além disso, parte desses profissionais têm desenvolvido ações de apoio a operacionalização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19", explica Janaina Fonseca, diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

Desde o início da pandemia, as Forças de Segurança pública têm participado ativamente das ações de enfrentamento à pandemia. Neste primeiro momento, serão imunizados os profissionais que realizam ações de combate à doença ou que estão envolvidos na resposta pandêmica.

Pleito de Minas

Em 26 de março, Romeu Zema pleiteou alteração no calendário do Plano Nacional de Imunização para inclusão das Forças de Segurança. Por videoconferência, o governador participou da primeira reunião com o Comitê Gestor nacional de enfrentamento da pandemia de Covid-19. Na ocasião, ele cobrou o cumprimento dos critérios do Plano Nacional de Imunização (PNI), de forma a garantir a vacinação de todos os idosos, e ainda pediu prioridade no calendário às Forças de Segurança.

Na quinta-feira (1º), mais de 1 milhão de vacinas contra a Covid-19 chegaram ao estado na 11ª remessa enviada pelo MS, o que vem dando continuidade a esta que é a maior operação de vacinação da história de Minas Gerais.


Agência Minas/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!