Economia

18/05/2021 | domtotal.com

Na briga com a Netflix, WarnerMedia e Discovery se fudem para criar streaming

Entre os principais ativos da WarnerMedia estão a CNN e HBO; AT&T, dona da Warner, vai receber US$ 43 bilhões

A AT&T terá 71% da nova empresa e os acionistas do grupo Discovery 29%
A AT&T terá 71% da nova empresa e os acionistas do grupo Discovery 29% (RONALD MARTINEZ/afp)

A AT&T confirmou, nesta segunda-feira (17), o fechamento de um acordo que prevê a fusão de seu braço de mídia, a WarnerMedia, com a Discovery. Se aprovada por reguladores antitruste, a operação vai gerar uma nova empresa que competirá com gigantes do setor de entretenimento, como Walt Disney e Netflix.

Pelos termos do negócio, a AT&T receberia US$ 43 bilhões em uma combinação de dinheiro e títulos de dívida, enquanto seus acionistas teriam os papéis de 71% da nova companhia. Os 29% restantes ficaram com acionistas da Discovery. Segundo comunicado, o conselho das duas empresas aprovaram a transação.

Entre os principais ativos da WarnerMedia estão a CNN e HBO. Já a Discovery detém os canais de TV à cabo Animal Planet e Discovery Channel. Às 8h24 (de Brasília), a ação da AT&T saltava 4,34% no pré-negócio da Bolsa de Nova York. O papel da Discovery, por sua vez, disparava 16,94% no mercado futuro da Nasdaq.

Em um comunicado conjunto, a fusão foi descrita como a criação de "um dos maiores players globais do streaming". O acordo combina "o entretenimento premium e os produtos esportivos e noticiosos da WarnerMedia com a liderança da Discovery em entretenimento internacional e de não ficção, assim como com seus negócios esportivos, para criar uma empresa global de entretenimento líder e autônoma", afirma o comunicado.

A AT&T comprou a Time Warner em 2018 e depois a rebatizou como WarnerMedia, proprietária da HBO, dos estúdios Warner Bros. e de canais a cabo como a CNN. Discovery tem canais em mais de 200 países, segundo o site da empresa.

Streaming

Ao lado de serviços online como Disney Plus, Amazon Prime e Apple TV+, o canal HBO é um dos principais concorrentes da Netflix no mercado de streaming. No primeiro trimestre, a empresa atingiu um total de 63,9 milhões de assinantes no mundo (somando os consumidores de TV a cabo e streaming) - um aumento de 18% sobre o mesmo período do ano passado.

A empresa tem um vasto e valioso catálogo de filmes, documentários e séries, entre elas os sucessos Game of Thrones, Sopranos e Chernobyl, e tem apostado nesse conteúdo para expandir o seu serviço de streaming HBO Max, que deve estrear este ano no Brasil e em outros países da América Latina e na Europa.

Já o grupo Discovery, que tem um valor de mercado de US$ 24 bilhões, tem uma extensa lista de documentários e produções de TV por assinatura, acumulada desde a fundação da empresa em 1985. Em janeiro deste ano, o grupo estreou seu serviço de streaming nos Estados Unidos.


AFP/ Agência Estado



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!