Meio Ambiente

23/05/2021 | domtotal.com

Vulcão Nyiragongo entra em erupção e deixa rastro com rio de lava no Congo

Em seu avanço, a lava atingiu várias casas, das quais se veem ferros torcidos e carbonizados

Rio de lava do vulcão Nyiragongo na República Democrática do Congo nos portões de Goma
Rio de lava do vulcão Nyiragongo na República Democrática do Congo nos portões de Goma Foto (Moses Sawasawa/AFP)
Rio de lava do vulcão Nyiragongo na República Democrática do Congo nos portões de Goma
Rio de lava do vulcão Nyiragongo na República Democrática do Congo nos portões de Goma Foto (Moses Sawasawa/AFP)

A cidade de Goma, no leste da República Democrática do Congo (RDC), "se salvou" da lava do vulcão Nyiragongo, que entrou em erupção nesse sábado (22) à noite, embora cinco pessoas tenham morrido, declarou neste domingo (23) o governador militar da região.

"A lava parou em Buhene, nas redondezas de Goma, a cidade se salvou", disse o general Constant Ndima, quem informou "um saldo provisório de cinco mortos" em acidentes durante a evacuação da população.

O imenso rio freou seu avanço durante a noite e se imobilizou no subúrbio de Buhene, que marca o limite nordeste de Goma, onde os habitantes temem uma nova erupção, constatou a reportagem neste domingo. Em seu avanço, a lava atingiu várias casas, das quais se veem ferros torcidos e carbonizados.

A lava parou de avançar a algumas centenas de metros do aeroporto de Goma, de onde os aviões foram evacuados durante a noite, e onde todos os voos do dia foram cancelados, segundo uma fonte do aeroporto.

Pequenos terremotos

Em Goma, cerca de dez pequenos terremotos foram sentidos desde o amanhecer. "As autoridades locais que acompanharam o desenvolvimento da erupção durante toda a noite informam que o fluxo de lava perdeu intensidade, com alguns terremotos", disse o ministro da Comunicação e porta-voz do governo, Patrick Muyaya, em sua conta do Twitter. "A avaliação da situação humanitária está em andamento, outras comunicações seguirão durante o dia", acrescentou.

O vulcão Nyiragongo, cujos majestosos declives dominam Goma e todo o lago Kivu, entrou em erupção no sábado à noite, deixando todos presos, inclusive as autoridades, obrigadas a darem a ordem de evacuar a cidade pouco depois.

Dezenas de milhares de pessoas fugiram para um posto fronteiriço com a Ruanda, ao sul de Goma, e ao sudoeste da cidade, para a região de Masisi.

Em Ruanda, a recepção de milhares de pessoas ocorreu de forma pacífica, canalizada e organizada pelas autoridades.

"Atualmente, os cidadãos da República Democrática do Congo que se refugiaram em Ruanda após a erupção do Nyiragongo estão voltando para o seu país", informou neste domingo a Agência de Radiodifusão de Ruanda (RBA).

A grande erupção anterior do vulcão Nyiragongo ocorreu em 17 de janeiro de 2002. Causou a morte de mais de 100 pessoas, cobrindo de lava quase toda a parte leste de Goma, incluindo metade da pista do aeroporto.

No sábado à noite foram observados dois rios de lava, um descendo para o leste, nas áreas habitadas mas não urbanas, em direção à fronteira com a Ruanda. O outro correu lentamente para o sul, até chegar ao limite de Goma. No caminho, várias aldeias foram devoradas pela lava.

'População preocupada'

Centenas de curiosos se aproximaram da frente de lava que se estendia até onde a vista alcançava, filmando com seus celulares. Os mais ousados davam alguns passos rápidos sobre a lava fumegante.

"As pessoas estão retornando lentamente para suas casas, a situação é bastante tranquila no momento", disse um morador. "Mas a população ainda tem medo, está indecisa porque as autoridades não fizeram nenhuma comunicação nesta manhã", acrescentou.

A situação estava relativamente tranquila em Goma. Os moradores, na rua ou na frente de suas casas, observavam o vulcão e conversavam entre si. Goma, a capital regional de Kivu do Norte, uma província conflituosa, vizinha de Uganda, onde abundam inúmeros grupos armados, tem quase 600 mil habitantes.

A cidade abriga um grande contingente de capacetes azuis e muitos membros da equipe da Monusco, a missão da ONU no país. Também é a base de muitas ONGs e organizações internacionais.

A região de Goma é uma área de intensa atividade vulcânica, com seis vulcões, entre eles Nyiragongo e Nyamuragira, muito próximos um do outro e de 3.470 e 3.058 metros respectivamente.

A erupção mais mortal do Nyiragongo, em 1977, deixou mais de 600 mortos.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!