Esporte

26/05/2021 | domtotal.com

Fluminense bate River na Argentina e vai às oitavas da Libertadores

Com este resultado, o time carioca avança à próxima fase do torneio continental com o primeiro lugar da chave

Jogadores do Fluminense celebram gol sobre o River Plate, pela Copa Libertadores
Jogadores do Fluminense celebram gol sobre o River Plate, pela Copa Libertadores (Juan Mabromata/AFP)

O Fluminense garantiu a vaga para as oitavas de final da Copa Libertadores como líder do Grupo D, nesta terça-feira, ao vencer o argentino River Plate por 3 a 1, em partida válida pela sexta e última rodada da chave, disputada em Buenos Aires.

Os gols do Tricolor foram marcados pelo atacante Caio Paulista (aos 22 minutos) e os meias Nenê (29) e Yago Felipe (90+2), enquanto o também atacante Girotti (85) descontou para os donos da casa.

Com este resultado, o time carioca avança à próxima fase do torneio continental com o primeiro lugar da chave, com 11 pontos, dois a mais que o vice-líder e também classificado River.

No outro duelo do grupo, disputado em Ambato (Equador), os colombianos Independiente Santa Fe e Junior Barranquilla empataram por 0 a 0, placar que deixou o time da cidade de Barranquilla na terceira posição na tabela, que garante vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

- Domínio carioca -

Desde o primeiro minuto do encontro no estádio Monumental, o Flu foi superior à equipe argentina, que não contou com quatro titulares (Franco Zuculini, Franco Petroli, Tomás Castro Ponce e Benjamín Rollheiser) que apesar de terem se recuperado do coronavírus, não tiveram autorização da Conmebol para jogar porque o clube não enviou os exames solicitados pela entidade, apenas resultados de testes rápidos de covid-19.

O clube carioca tomou conta do do meio-campo, não deixando espaço para o River, que foi ameaçado logo aos 9 minutos, quando Nenê cobrou escanteio na área e Nino cabeceou rente à trave direita do goleiro Armani.

Dois minutos depois, a resposta dos anfitriões veio através de um chute cruzado de De La Cruz, que Marcos Felipe rebateu e Borré chutou para nova defesa do arqueiro tricolor.

Os visitantes não se abalaram, seguiram pressionando e abriram o placar aos 22, quando Fred lançou dentro da área adversária para Caio Paulista desviar de cabeça e balançar as redes.

Por pouco os argentinos não empataram quando Carrascal acertou uma bomba que explodiu na trave carioca (25).

Mas três minutos depois, novo gol brasileiro. Em mais um lançamento de Fred, Nenê finalizou de canhota e amplia (29).

A vitória parcial no primeiro tempo garantia a liderança do grupo para o Flu, enquanto o River ainda dependia do resultado do encontro entre Junior Barranquilla e Santa Fe. Caso o Junior vencesse, os argentinos seriam eliminados.

Os anfitriões iniciaram a etapa complementar com três alterações na equipe, mas o Fluminense seguiu melhor e quase ampliou quando Yago Felipe acertou um chute no travessão (50).

Por conta da expulsão de Maidana e com jogadores em campo que acabaram de se recuperar da covid, a tarefa do River ficou mais complicada.

Apesar dos problemas, o time argentino diminuiu quando Girotti pegou um cruzamento para vencer Marcos Felipe (84).

Mas os números finais do encontro foram decretados através de Yago Felipe, que bateu na saída de Armani (90+2), garantindo assim a liderança da chave e classificação do Flu para as oitavas. E por conta do empate no outro jogo da chave, o River conseguiu avançar no torneio também.

- Ficha técnica da partida váldida pela sexta e última rodada do Grupo D da Copa Libertadores 2021:

River Plate - Fluminense 1 - 3 (0-2)

Estádio: Monumental (Buenos Aires)

Árbitro: Esteban Ostojich (URU)

Gols:

River Plate: Girotti (85)

Fluminense: Paulista (22), Nenê (29), Felipe (90+2)

Cartões amarelos:

River Plate: De La Cruz (32), Martinez (49), Suarez (65)

Fluminense: Martinelli (27), Samuel Xavier (61), Paulista (68)

Expulsos:

River Plate: Maidana (67)

Equipes:

River Plate: Franco Armani - Tomás Lecanda (Matías Suárez 46), Jonatan Maidana, Héctor Martínez, Milton Casco - Santiago Simón (Agustín Palavecino 46), Felipe Biafore, Nicolás De La Cruz, Jorge Carrascal (Robert Rojas 46) - Julián Álvarez, Rafael Santos Borré (Federico Girotti 73). T: Marcelo Gallardo.

Fluminense: Marcos Felipe - Samuel Xavier (Calegari 76), Nino, Luccas Claro, Egídio - Yago Felipe, Nenê (Cazares 85), Martinelli (Wellington 84), Fred (Abel Hernández 74), Gabriel Teixeira - Caio Paulista (Luiz Henrique 74). T: Roger Machado.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!