Religião

31/05/2021 | domtotal.com

Primaz do Brasil celebra missa em sufrágio das almas de vítimas de LGBTfobia

'Não podemos perder a capacidade de nos indignarmos e chorar pelas vidas ceifadas violentamente', diz cardeal

Missa presidida pelo cardeal dom Sérgio da Rocha
Missa presidida pelo cardeal dom Sérgio da Rocha (CPDD Bahia)

No dia 21 de maio, as vítimas da LGBTfobia foram lembradas durante uma celebração eucarística presidida pelo cardeal primaz do Brasil, dom Sérgio da Rocha, na igreja da Sagrada Família da Cúria da Arquidiocese de Salvador. A celebração aconteceu dentro das medidas de restrições impostas nesse tempo de pandemia. O ato, mesmo que ocorrido de maneira simples, foi do ponto de vista simbólico de grande valor religioso e político. Esta foi a oportunidade de uma autoridade da Igreja Católica, da arquidiocese, expressar abertamente o repúdio a toda forma de violência contra as pessoas LGBTQIA+, como também a solidariedade a todas as famílias que sofrem com a dor da morte de seus entes queridos.

Os participantes da celebração foram convidados pelo Centro de Promoção dos Direitos LGBT, órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, que trata do cuidado à população LGBTQIA+. A assembleia da Igreja contou com militantes da causa da diversidade, representantes de Igrejas Cristãs e religiões de Matriz Africana, autoridades do estado e do município, como também de leigas e leigos da Igreja Católica. Além de dom Sérgio da Rocha, participaram o vigário geral padre Juraci Gomes de Oliveira, padre Lázaro Muniz da paróquia Santa Cruz do Engenho Velho, e padre Marcos Augusto B. Mendes, jesuíta do Núcleo Bahia da Província do Brasil e membro da equipe do Centro de Estudos e Ação Social (CEAS).

Em sua homília, o cardeal Sérgio da Rocha destacou: "a violência contra a população LGBTQIA+ é um sinal triste de uma sociedade que convive com constantes violações da vida, da dignidade. Não podemos perder a capacidade de nos indignarmos e chorar pelas vidas ceifadas violentamente. (…) Temos muito a fazer para transformar essa triste realidade". Ele também apontou a necessidade de "amar o próximo sem fronteiras". "Ninguém está excluído do amor de Deus. Ninguém deve ser excluído do coração dos que amam, dos que creem em Deus", afirmou dom Sérgio.

No momento de ação de graças, a publicitária e transformista Scarleth Sangalo cantou Ave Maria dos seus andores, composição de Jaime Redondo e Vicente de Paiva. "O arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, cardeal dom Sergio da Rocha, elogiou me comparando ao timbre de voz da cantora Fafá de Belém. Para mim, muito maior que isso é adentrar na esfera que talvez nenhuma outra conseguiu adentrar, talvez pelo conservadorismo e por ainda não ter um avanço sociopolítico conquistado. Que seja uma abertura para muitas outras", afirmou Scarleth em sua página no Instagram (@scarlethsangalo).



CEAS



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!