Brasil Política

22/06/2021 | domtotal.com

Lula afirma que se o PT voltar com setores progressistas, será preciso 'fazer melhor'

Ex-presidente disse estar convencido de que o partido e a sociedade brasileira estão maduros para o aperfeiçoamento dos programas de distribuição de renda

Eduardo Suplicy e Lula durante live
Eduardo Suplicy e Lula durante live (Reprodução Instagram)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nessa segunda-feira (21) que, se o Partido dos Trabalhadores voltar a governar o país, terá de aperfeiçoar "o jeito de governar", em especial, para garantir a viabilidade de políticas sociais.

"Se o PT voltar a governar este país com os setores progressistas da sociedade, a gente não pode fazer igual ao que nós fizemos. Nós temos que fazer melhor", afirmou Lula em aceno à formação de uma frente com outros partidos políticos e ampliação de programas sociais, durante transmissão ao vivo ao lado do vereador Eduardo Suplicy (PT), defensor e autor da lei que institui a renda básica de cidadania no Brasil.

Lula disse estar convencido de que o partido e a sociedade brasileira, apesar de preconceitos, estão maduros para o aperfeiçoamento dos programas de distribuição de renda para, em especial, combater a fome no país. "Nós demos o início com o Bolsa Família, mas é preciso aperfeiçoar muito o Bolsa Família e as políticas sociais para que a gente atinja um padrão de decência neste país", afirmou o ex-presidente.

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro anunciou um reforço ao Bolsa Família, que passaria de um benefício mensal médio de R$ 190 para R$ 300 a partir de dezembro deste ano. O anúncio pegou técnicos da Economia de surpresa, uma vez que o gasto adicional de R$ 18,7 bilhões para o ano que vem não caberia no teto de gastos.

Para Lula, é necessário que o pobre esteja "na fila" de prioridades do Orçamento e "não em último lugar".

Eleições 2022

O ex-presidente também anunciou que em breve deve começar a viajar pelo país, em preparação para as eleições presidenciais em 2022. Ao fim da transmissão, Lula disse prestar solidariedade às famílias das 500 mil vítimas da Covid-19 no país.

"Nós temos um governo genocida, que não tem nenhum sentido humanitário, que não tem nenhum sentido de solidariedade, que não pensa no povo. Ele só pensa nele e nos milicianos dele, nas mentiras deles. Acho que o país não pode comportar uma pessoa dessas governando o Brasil", completou Lula.

A transmissão foi realizada em celebração ao aniversário de 80 anos de Suplicy, comemorados nessa segunda-feira (21).


Agência Estado/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!