Direito Direito Internacional

13/07/2021 | domtotal.com

Para impedir polêmica lei eleitoral, legisladores democratas fogem do Texas

A lei do Texas autoriza a detenção dos legisladores que se ausentem durante as sessões de votação para obrigá-los a retornar - com o uso de força se necessário - ao Congresso

O deputado democrata do Texas Chris Turner é visto aqui em 10 de julho falando para um grupo de pessoas esperando para testemunhar contra os esforços renovados dos republicanos do Texas para aprovar restrições de votação
O deputado democrata do Texas Chris Turner é visto aqui em 10 de julho falando para um grupo de pessoas esperando para testemunhar contra os esforços renovados dos republicanos do Texas para aprovar restrições de votação (Tamir Kalifa/AFP)

Dezenas de legisladores democratas do Texas abandonaram nessa segunda-feira (12) o estado do sul dos Estados Unidos para impedir a aprovação de uma polêmica lei eleitoral impulsionada pela maioria republicana.

A lei do Texas autoriza a detenção dos legisladores que se ausentem durante as sessões de votação para obrigá-los a retornar - com o uso de força se necessário- ao Congresso. Assim, os democratas decidiram fugir para um lugar onde a polícia texana não tem jurisdição.

"Meus colegas democratas e eu vamos deixar o estado para que não tenha quórum e acabar com o projeto de lei de supressão de eleitores do Texas", tuitou James Talarico, deputado democrata da Câmara dos Representantes do Texas. 

O legislador garantiu que estava viajando rumo a Washington e divulgou uma foto em que aparece dentro de um avião ao lado de outra deputada democrata texana.

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, elogiou os legisladores democratas "por defender os direitos de todos os americanos e de todos os texanos a expressar sua voz através das urnas, sem impedimentos".

Contrariamente, o governador republicano do Texas, Greg Abbott, lamentou a fuga. "A decisão dos democratas do Texas de impedir que se alcance um quórum inflige um dano aos texanos que os elegeram para servir. Enquanto voam pelo país em confortáveis aviões privados, deixam para trás assuntos sem resolução", declarou em comunicado. "É hora de voltar ao trabalho", concluiu.

Os democratas do Texas já haviam sabotado no fim de maio a aprovação desta lei restritiva sobre a organização das eleições, classificada na época como "um ataque à democracia" pelo presidente americano, Joe Biden.

A lei pretende oficialmente deixar as eleições mais seguras ao introduzir diversas restrições ao voto, mas, na prática afeta a capacidade de voto das minorias, especialmente os afro-americanos, que costumam apoiar majoritariamente os democratas.

Desde as últimas eleições presidenciais, os projetos de lei que restringem o acesso ao voto se multiplicaram em diversos estados americanos por iniciativa dos republicanos.


AFP/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!