Cultura

18/07/2021 | domtotal.com

Produção francesa 'Titane' é contemplada com Palma de Ouro em Cannes

Filme era o mais transgressor e violento entre os 24 que disputavam a Palma de Ouro

Spike Lee Lee anuncia o nome do filme vencedor aparentemente de forma acidental, no começo da cerimônia
Spike Lee Lee anuncia o nome do filme vencedor aparentemente de forma acidental, no começo da cerimônia (Valery HACHE/Afp)

O cineasta americano Spike Lee, presidente do jurí do Festival de Cannes, anunciou neste sábado a Palma de Ouro para a francesa Julia Ducournau, por seu filme Titane, o que a torna a segunda mulher a ganhar o prêmio máximo da competição.

Lee anunciou o nome do filme vencedor aparentemente de forma acidental, no começo da cerimônia, quando deveria revelar o prêmio de interpretação masculina. Julia Ducournau, 37, levou o prêmio máximo 28 anos após Jane Campion, da Nova Zelândia, por O piano.

O filme da francesa era o mais transgressor e violento entre os 24 que disputavam a Palma de Ouro. Protagonizado por Agathe Rousselle, ele narra a história de uma mulher convertida em assassina convulsiva com atração sexual por carros.

Brasil é premiado

O curta-metragem Céu de agosto, da diretora brasileira Jasmin Tenucci, recebeu neste sábado a Menção Especial do Festival de Cinema de Cannes.

O filme "é uma reflexão sobre o que significa ser brasileiro no momento" e "um questionamento sobre o futuro", disse dias atrás à reportagem a diretora, que concorria à Palma de Ouro da categoria com outra produção brasileira, Sideral, de Carlos Segundo.

Jasmin conta a história de uma jovem grávida, preocupada com a saúde de seu bebê, no dia em que uma grande nuvem de fumaça escureceu a cidade de São Paulo, em agosto de 2019. Horas depois, soube-se que a fumaça era procedente dos incêndios que ardiam havia mais de uma semana na Amazônia.

A diretora, 35, contou que presenciou o acontecimento, sem precedentes: "Era uma imagem apocalíptica, ninguém sabia direito do que se tratava." O curta, no entanto, não buscou ser uma denúncia contra o desmatamento na Amazônia. "Isso já é algo muito conhecido. É mais uma reflexão sobre como os brasileiros se sentem", explicou.

O curta é uma produção da AmorDoch Filmes em parceria com a Substancia Filmes. Jasmin Tenucci ganhou uma bolsa de mestrado em direção na Universidade de Colúmbia, em Nova York. Atualmente, ela escreve uma série brasileira para a Netflix.


Afp/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!