Religião

19/07/2021 | domtotal.com

Irlanda: Líderes da Igreja Católica defendem uma tradução da Bíblia 'mais inclusiva'

Tradução lecionária usando expressões arcaicas e linguagem excludente é uma barreira para todos, mas principalmente para aqueles que não têm o inglês como primeira língua

Associação prestou homenagem à vontade dos bispos de consultar amplamente o assunto
Associação prestou homenagem à vontade dos bispos de consultar amplamente o assunto (Kiwihug / Unsplash)

Sarah Mac Donald
The Tablet

A possibilidade defendida pela Igreja Católica irlandesa de escolher usar um texto bíblico inclusivo para seu lecionário parece cada vez mais provável. O executivo da Associação de Líderes de Missionários e Religiosos da Irlanda (AMRI) recomendou que a conferência episcopal irlandesa apoiasse a tradução e texto da Bíblia Revisada da Nova Jerusalém (RNJB).

A associação, que representa 150 organizações religiosas, sociedades missionárias e grupos apostólicos na Irlanda, com quase 7 mil membros, prestou homenagem à vontade dos bispos de consultar amplamente o assunto. Por isso, entendemos que os bispos irlandeses estão considerando o uso da RNJB.

Em sua apresentação à consulta, a AMRI disse: "Como ouvintes da Palavra, permitimos que as Escrituras nos influenciem e nos nutram. Portanto, é importante para nós que tenhamos um texto de linguagem confiável e inclusivo que seja atraente, acessível, fácil de usar e memorável".

O grupo alertou que uma tradução lecionária usando expressões arcaicas e linguagem excludente seria uma barreira para todos, mas principalmente para aqueles que não têm o inglês como primeira língua.

AMRI também apresenta uma série de comparações entre a English Standard Version (ESV), cuja edição católica será usada no novo lecionário na Inglaterra, País de Gales e Escócia, e a RNJB em sua apresentação, para enfatizar suas preocupações.

A associação criticou a tradução ESV dos livros deuterocanônicos como "uma redação muito leve da antiga versão da bíblia inglesa (RSV), de muitos anos atrás. Existem um ou dois ajustes por capítulo; em outras palavras, esta não é uma tradução nova, mas uma reimpressão um tanto preguiçosa. O mesmo pode ser dito geralmente da atual versão standard (ESV). Ela é, na verdade, o a versão antiga sem o 'e' e não muito mais. O inglês, como é falado, mudou".

David Rose, secretário-geral da AMRI, disse que o executivo e a equipe da Associação de Religiosos consultaram um estudioso das Escrituras e então chegaram à sua conclusão. "As comparações de amostras aleatórias entre as duas versões em nosso estudo, por exemplo nas Cartas de São Paulo, ilustram o ponto de que a Bíblia Revisada da Nova Jerusalém é provavelmente uma tradução mais precisa e definitivamente mais inclusiva no uso da linguagem".

Rose acrescentou que "a realidade existente é reconhecer a igualdade das mulheres e da AMRI como um corpo de liderança da Igreja e sua tentativa de refletir isso na Igreja sempre que possível. Portanto, defendemos o uso de uma linguagem que inclua as mulheres, em vez de uma linguagem excludente".

Publicado originalmente em The Tablet.


Traduzido por Ramón Lara



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias