Coronavírus

22/07/2021 | domtotal.com

Pandemia: Brasil já contabiliza 137 casos da variante Delta

Desse número, cinco foram a óbito. Preocupação é que, pela alta transmissibilidade, o número de casos de Covid-19 cresça e volte a pressionar as unidades hospitalares

Equipe de saúde cuida de paciente internado com Covid-19 na UTI do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo
Equipe de saúde cuida de paciente internado com Covid-19 na UTI do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo (Miguel Schincariol / AFP)

O Ministério da Saúde informou nessa quarta-feira (21) que foram identificados 137 casos da variante Delta do novo coronavírus em circulação no Brasil. Desses, cinco casos evoluíram para quadro grave que resultou em morte. As ocorrências foram registradas no Maranhão (1) e no Paraná (4).

A Delta preocupa por ser considerada mais transmissível em relação a outras variantes e por ter feito os casos de Covid-19 escalarem rapidamente em parte da Europa, nos Estados Unidos e na Índia, país onde, em outubro de 2020, foi identificada pela primeira vez. Não à toa, ela é classificada como "variante de preocupação" pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Do total de casos registrados no Brasil até agora, seis são no Distrito Federal, dois em Goiás, seis no navio que esteve na costa do Maranhão, um em Minas Gerais, 13 no Paraná, dois em Pernambuco, 87 no Rio de Janeiro, três no Rio Grande do Sul (sendo um caso considerado importado do RJ), cinco em Santa Catarina e doze em São Paulo. Os dados foram divulgados em levantamento do Ministério da Saúde sobre vigilância genômica do novo coronavírus.

Segundo nota oficial da Prefeitura da capital paulista, entre as amostras identificadas nessa quarta-feira (21), duas foram coletadas na zona leste, uma na zona sul e outra na região central de São Paulo. Os casos são investigados por Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da rede municipal. "Todos os pacientes diagnosticados estão em acompanhamento por equipes da Secretaria Municipal da Saúde", informou a pasta.

A Prefeitura também firmou parceria com o Instituto de Medicina Tropical de São Paulo e com o Instituto Adolfo Lutz, que fazem a vigilância com o objetivo de identificar quais cepas circulam pela cidade de São Paulo.

Leia também:

Preocupação

A entrada da variante delta no país preocupa especialistas porque ela tem a característica de ser mais transmissiva. Caso haja disseminação ampla dessa mutação do vírus, a preocupação é com que o número de casos de Covid-19 cresça e volte a pressionar as unidades hospitalares.

"A delta apresenta maior risco de hospitalização e de reinfecção. É um vírus que temos que tomar o máximo de cuidado. Estamos fazendo trabalho de rastreamento e contenção para que esse vírus não se espalhe", afirmou o secretário de Saúde do Distrito Federal, Osnei Okumoto.

O Ministério da Saúde informou que tem dialogado com secretarias de Saúde para ampliar a vigilância sobre a variante. Entre as ações recomendadas está o sequenciamento genômico para mapear a presença da variante em cada estado ou município.

Os casos suspeitos devem ser isolados, com tratamento para aliviar os efeitos e possíveis complicações. A pasta também solicita a notificação imediata para gerar ações de resposta em localidades onde a variante for identificada.


Agência Brasil/Agência Estado/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!