Cultura Cinema

26/07/2021 | domtotal.com

Festival de Veneza anuncia programação que inclui curta 'Ato', de Bárbara Paz

Mostra Competitiva inclui novo longa de Almodóvar e quatro latino-americanos

Novo filme de Almodóvar, 'Madres paralelas', vai abrir a mostra
Novo filme de Almodóvar, 'Madres paralelas', vai abrir a mostra Foto (El Deseo/Divulgação)

O 78º Festival de Veneza, que acontece entre os dias 1º e 11 de setembro, anunciou seu júri oficial, que será presidido pelo sul-coreano Bong Joon Ho, diretor de Parasita. Foram divulgados também os concorrentes ao Leão de Ouro, os participantes da mostra Orizzonti para longas e curtas-metragens, na qual figura o filme Ato, da brasileira Bárbara Paz.

O festival será aberto com o novo longa do espanhol Pedro Almodóvar, Madres paralelas. O júri da competição oficial é completado pelo diretor italiano Savério Costanzo, a atriz belgo-francesa Virginie Efira, as também atrizes Cynthia Erivo (Grã-Bretanha) e Sarah Gadon (Canadá), o cineasta romeno Alexander Nanau e a chinesa Chloé Zhao, diretora do premiado Nomadland.

Na competição, além de Almodóvar, figuram a neozelandesa Jane Campion, o italiano Paolo Sorrentino e o chileno Pablo Larraín. No total, 21 filmes foram selecionados para competir pelo prestigioso Leão de Ouro, entre eles vários cineastas reconhecidos, uma edição que se apresenta particularmente interessante e rica.

Será uma edição especial, que confirma também o excelente estado do cinema da América Latina, com quatro filmes na competição oficial e três na seção Horizons, a mais experimental, berço de futuros grandes nomes da sétima arte.

A atriz americana Jamie Lee Curtis receberá o Leão de Ouro por sua carreira e o italiano Roberto Benigni o Leão de Ouro da Trajetória.

Presença latino-americana

Premiado em 2015 com o Leão de Ouro com seu filme Desde allá, o venezuelano Lorenzo Vigas volta a competir em Veneza com La caja. Outro retorno a Veneza é o do chileno Pablo Larraín, aclamado há seis anos pelo seu inquietante filme sobre os mecanismos para encobrir os padres pedófilos em O clube. Este ano compete com Spencer, dedicado ao fim de semana em que Diana de Gales, interpretada por Kristen Stewart, decidiu se divorciar do príncipe Charles, herdeiro da coroa da Inglaterra.

O brilhante casal argentino Gastón Duprat e Mariano Cohn volta pela terceira vez ao Festival com o filme Competição oficial, protagonizado por Penélope Cruz e Antonio Banderas. Outra presença notável será a do cineasta mexicano Michel Franco, que depois de ter impactado no ano passado com seu filme Nova ordem, volta a Veneza com Sundown.

"A qualidade média dos filmes está mais alta que o normal", confessou o diretor do Festival, Alberto Barbera. "É como se a pandemia tivesse estimulado a criatividade", acrescentou.

O curta ´Ato´ foi criado a partir de uma peça on-line e se tornou um curta (Divulgação)O curta 'Ato' foi criado a partir de uma peça on-line e se tornou um curta (Divulgação)

Curta brasileiro

A atriz e cineasta Bárbara Paz, que conquistou o Leão de Melhor Documentário na edição de 2019, com Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou, participa agora com um trabalho estrelado por Alessandra Maestrini e Eduardo Moreira. Eles vivem o casal Ava e Dante: enquanto ele se encontra em um processo de travessia, ela é uma profissional do afeto. "Em um mundo onde a solidão foi a maior protagonista, com palcos vazios e o medo constante da morte, o afeto é o Ato, a fuga, o desejo fundamental da sobrevivência", comenta Bárbara, em comunicado divulgado por sua assessoria.

Confira os filmes na Competição Oficial do 78º Festival de Veneza:

  • - Madres paralelas, do espanhol Pedro Almodóvar
  • - Mona Lisa and the blood moon", da americana Ana Lily Amirpour
  • - Un autre monde, do francês Stéphane Brizé
  • - The power of the dog, da neozelandesa Jane Campion
  • - America Latina, dos italianos Fabio e Damiano D'Innocenzo
  • - L'événement, da francesa Audrey Diwan
  • - Competencia oficial", dos argentinos Gastón Duprat e Mariano Cohn
  • - Il buco, do italiano Michelangelo Frammartino
  • - Sundown, do mexicano Michel Franco
  • - Illusions perdues, do francês Xavier Giannoli
  • - The lost daughter, da americana Maggie Gyllenhaal
  • - Spencer, do chileno Pablo Larraín
  • - Freaks out, do italiano Gabriele Mainetti
  • - Qui rido io, do italiano Mario Martone
  • - On the job: The missing 8, do filipino Erik Matti
  • - Leave no traces, do polonês Jan P. Matuszyrski
  • - Captain Volkonogov escaped, dos russos Natasha Merkulova e Aleksey Chupov
  • - The card counter, do americano Paul Schrader
  • - É stata la mano di Dio, do italiano Paolo Sorrentino
  • - Reflection, do ucraniano Valentyn Vasyanovych
  • - La caja, do venezuelano Lorenzo Vigas


AFP/Agência Estado/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.