Religião

28/07/2021 | domtotal.com

Facebook está apostando na evangelização

Empresa quer recriar na rede social experiência religiosa de comunidade e, assim, evitar que usuário saia para outras plataformas

Facebook passou a cotejar grupos religiosos seriamente em 2018
Facebook passou a cotejar grupos religiosos seriamente em 2018 (Pixabay)

A rede social Facebook está entrando na área da evangelização. Nos Estados Unidos da América, os pastores evangélicos estão apostando nas redes sociais como forma de expandir o seu ministério, e exemplo disso é o pastor Sam Collier, que revelou, em entrevista, que meses antes de a mega-igreja Hillsong abrir seu novo posto avançado em Atlanta, procurou conselhos sobre como construir uma igreja em uma pandemia. Do Facebook.

Durante meses, os responsáveis do Facebook reuniram-se semanalmente com Hillsong e exploraram como a igreja seria no Facebook e quais os aplicativos que eles poderiam criar para doações financeiras, capacidade de vídeo ou transmissão ao vivo. Quando chegou a hora da grande inauguração da Hillsong em junho, a igreja emitiu um comunicado à imprensa dizendo que estava "fazendo uma parceria com o Facebook" e começou a transmitir os seus serviços exclusivamente na plataforma.

Em virtude de um acordo de sigilo, o pastor Collier não pôde compartilhar muitos detalhes para além disto. "Eles estão nos ensinando, e nós a eles", disse Collier. "Juntos, estamos descobrindo como pode ser o futuro da igreja no Facebook".

A notícia, publicada pelo New York Times, diz que o Facebook, que recentemente ultrapassou US$ 1 trilhão em valor de mercado, pode parecer um parceiro incomum para uma igreja cujo objetivo principal é compartilhar a mensagem de Jesus. Mas a empresa tem cultivado parcerias com uma ampla gama de comunidades de fé nos últimos anos, de congregações individuais a grandes denominações, como as Assembleias de Deus e a Igreja de Deus em Cristo. O objetivo é criar comunidades locais e atrair utilizadores para a rede social, fidelizando-os, e evitando que saiam para outras plataformas, ao recriar aqui a experiência religiosa de comunidade.

A vida religiosa virtual não irá substituir a comunidade presencial tão cedo, e todos reconhecem os limites de uma experiência exclusivamente online. Mas muitos grupos religiosos veem uma nova oportunidade de influenciar espiritualmente ainda mais pessoas no Facebook, a maior e provavelmente mais influente empresa de mídia social do mundo.

O Facebook criou a sua equipe de parcerias de fé em 2017 e começou a cortejar líderes religiosos, especialmente de grupos evangélicos e pentecostais, a sério em 2018. "O Facebook basicamente disse, ei, nós queremos ser o que queremos, nós queremos ser o alvo", conclui o reverendo Samuel Rodriguez, pastor de Sacramento que lidera uma grande coligação de igrejas hispânicas.



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!