Esporte Olimpíadas

05/08/2021 | domtotal.com

Bia Ferreira e Hebert Conceição vencem e Brasil está em duas finais do Boxe 🇧🇷

Brasileira derrotou finlandesa Mira Marjut na categoria peso leve, enquanto Hebert passou pelo russo Gleb Bakshi nos pesos-médios

Brasileira derrotou finlandesa Mira Marjut na categoria  peso leve, enquanto Hebert passou pelo russo  Gleb Bakshi nos pesos-médios
Brasileira derrotou finlandesa Mira Marjut na categoria peso leve, enquanto Hebert passou pelo russo Gleb Bakshi nos pesos-médios Foto ()
Bia Ferreira e Hebert vão disputar medalhas de ouro em Tóquio
Bia Ferreira e Hebert vão disputar medalhas de ouro em Tóquio Foto (Miriam Jeske/COB)
O boxeador brasileiro Hebert Conceição (de vermelho) durante a luta da categoria peso-médio contra o cazaque Abilkhan Amankul, nas quartas de final dos Jogos de Tóquio
O boxeador brasileiro Hebert Conceição (de vermelho) durante a luta da categoria peso-médio contra o cazaque Abilkhan Amankul, nas quartas de final dos Jogos de Tóquio Foto (THEMBA HADEBE/AFP)

O Brasil terá dois representantes do boxe em busca do ouro nas Olimpíadas na capital japonesa, após vitórias de Hebert Conceição e Bia Ferreira.  A brasileira derrotou na semifinal da categoria peso leve (57-60kg) a finlandesa Mira Marjut Johanna Potkonen, medalhista de bronze na Rio 2016, em decisão unânime dos árbitros (5 a 0).

Já o  boxeador brasileiro Hebert Conceição passou para final da categoria peso-médio (até 75kg) nos Jogos de Tóquio, nesta quinta-feira, ao derrotar Gleb Bakshi, atleta do Comitê Olímpico Russo (ROC, pela sigla em inglês), em decisão dividida dos árbitros (4 a 1).

Bia Ferreira é atual campeã mundial da categoria. A baiana de 28 anos dominou a luta do início ao fim e comemorou a vitória com uma pequena dança no ringue, enquanto Potkonen, de 40 anos e bronze na Rio 2016, chorava inconsolavelmente em seu canto.

Agora, Bia vai em busca do primeiro ouro olímpico para o boxe feminino brasileiro deste domingo, contra a irlandesa Kellie Anne Harrington, que na luta anterior venceu a tailandesa Sudaporn Seesondee. Até o momento, o Brasil conquistou apenas um bronze com Adriana Araújo em Londres 2012, na estreia da categoria nas Olimpíadas.

Nesta semifinal, num confronto que reuniu duas lutadoras que já haviam se enfrentado três vezes antes (com duas vitórias para a europeia e uma para a sul-americana), Beatriz Ferreira fez um primeiro round avassalador, atacando com velocidade e deixando a adversária sem poder de reação, com os juízes marcando 5 a 0, para a brasileira.

Na etapa seguinte, Bia foi um pouco mais conservadora, investindo em contra-ataques, dando algumas oportunidades de reação à boxeadora da Finlândia, que mesmo assim chegou a perder o equilíbrio no ringue (4 a 1).

No terceiro round, apesar de dar sinais de cansaço, a lutadora da Bahia manteve-se na ofensiva e conseguiu levar o duelo até o fim, sem levar sustos, obtendo nova vitória por 5 a 0 e o direito de buscar o histórico primeiro lugar no pódio olímpico.

Caso conquiste seja campeã, Beatriz Ferreira irá repetir o feito de Robson Conceição, medalhista de ouro dos leves nos Jogos do Rio.

O Brasil, que chegou à capital japonesa com sete boxeadores, já conquistou uma medalha de bronze com Abner Teixeira, no peso pesado, e tem ainda Hebert Sousa nas semifinais do peso médio, onde enfrenta o russo Gleb Bakshi, atual campeão mundial, nesta quinta-feira.


AFP e DomTotal



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!