Meio Ambiente

13/09/2021 | domtotal.com

Gorilas de zoológico dos EUA passam por tratamento contra a Covid-19

Os primatas foram examinados depois que seus cuidadores os viram tossir e notaram outros sintomas

Um gorila no Zoológico Nacional Smithsonian em Washington
Um gorila no Zoológico Nacional Smithsonian em Washington (Karen Bleier/AFP)

Vários gorilas do zoológico de Atlanta, no sul do estado da Geórgia, Estados Unidos, testaram positivo para a Covid-19, informou o próprio estabelecimento.Os primatas foram examinados depois que seus cuidadores os viram tossir e notaram outros sintomas, segundo funcionários do zoológico.

Os testes iniciais deram positivo para o vírus que causa a Covid-19, e o zoológico informou em um comunicado que estava aguardando os resultados dos testes de confirmação.

Os gorilas em risco de sofrerem complicações estavam sendo tratados com anticorpos monoclonais, proteínas produzidas em laboratórios para combater infecções. Todos os 20 gorilas do zoológico foram examinados.

"As equipes estão monitorando de perto os gorilas afetados e esperamos sua recuperação total. Eles estão recebendo o melhor atendimento possível", disse Sam Rivera, diretor do Zoo Atlanta.

"Estamos muito preocupados com a ocorrência dessas infecções, especialmente porque nossos protocolos sanitários aplicados para trabalhar com macacos e outras espécies animais suscetíveis durante a pandemia foram extremamente rigorosos", acrescentou.

O zoológico acredita que os gorilas foram infectados por um tratador assintomático, embora ele tenha sido vacinado e usasse equipamento de proteção.

"Embora os humanos possam transmitir o vírus a animais como gorilas, e isso já aconteceu em outros zoológicos, não há dados que indiquem que os animais do zoológico podem transmitir o vírus aos humanos", indicou o estabelecimento.

De qualquer forma, acrescentou que não há possibilidade de ameaça de contágio ao homem devido à distância que separa o público do habitat dos primatas.

O jornal Atlanta Journal-Constitution informou que 13 gorilas foram infectados, incluindo Ozzie, a gorila fêmea mais velha em cativeiro.

O Zoo Atlanta disse que permitiu a aplicação da vacina Zoetis Covid desenvolvida para animais e que inoculará os gorilas quando eles se recuperarem. Ele também indicou que vacinará orangotangos, tigres de Sumatra, leões africanos e leopardos.

Cães e gatos domésticos também já foram infectados com Covid-19.

Orangotangos de Bornéu passam por testes de coronavírus

Quase 30 orangotangos na Malásia em grave risco de extinção foram subtmetidos a testes diagnósticos de coronavírus, um desafio para os veterinários, que precisaram obter amostras nasais dos primatas.

Os testes de antígenos nessas criaturas ocorreram na última terça-feira (7) no estado de Sabah, na ilha de Bornéu, e todos apresentaram resultado negativo, informaram as autoridades locais.

Foram os primeiros testes realizados em orangotangos neste país do sudeste asiático e foram decretados depois que as equipes do centro de reabilitação e do parque se contagiaram com o coronavírus.

"Os testes foram uma ferramenta fundamental de ajuda durante esta pandemia. É de importância similar para a população de orangotangos", disse Sen Nathan, assistente de direção do Departamento de Fauna Selvagem do estado de Sabah.

"Esta doença poderia ser muito prejudicial para sua saúde e reverter sua reabilitação", afirmou. Os veterinários continuarão vigiando os primatas de perto, realizando testes com frequência, informaram as autoridades.

No fim de semana, o zoológico de Atlanta anunciou que vários de seus gorilas deram positivo para o vírus. Cães e gatos domésticos e ao menos um furão também foram infectados.

A Malásia enfrenta um forte aumento dos casos de coronavírus, impulsionado pela contagiosa variante Delta, com milhares de casos e centenas de mortes registradas diariamente.

Os orangotangos de Bornéu estão "em risco crítico" de extinção, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

Suas populações diminuíram em mais de 50% nos últimos 60 anos, de acordo com a organização WWF, à medida que o habitat florestal dos animais se reduzia para deixar espaço para plantações agrícolas.

A ilha de Bornéu é dividida entre Malásia, Indonésia e Brunei.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!