Cultura

25/09/2021 | domtotal.com

'Tiger King 2' promete 'mais loucura e confusão' este ano

O 'Tiger King' original é focado na rivalidade entre Joe Exotic e Carole Baskin, que durante anos acusou o excêntrico empresário de maltratar os animais em seu parque

'Tiger King 2' aparentemente terá Joe Exotic falando ao telefone da prisão
'Tiger King 2' aparentemente terá Joe Exotic falando ao telefone da prisão (AFP)

A sequência de Tiger King, a série documental que cativou milhões em todo o mundo no início da pandemia, vai ao ar este ano, informou a Netflix na última quinta-feira (23).

A primeira temporada acompanha Joe Exotic, um homem gay com um penteado retrô que possuía um zoológico particular com grandes felinos, funcionários malucos e amantes curiosos, e que acabou na prisão por tentativa de homicídio. O programa foi visto por 64 milhões de assinantes durante as primeiras quatro semanas no ar, em março de 2020.

Tiger King 2 promete "mais loucura e confusão" e teve um trailer lançado em que Exotic, cujo nome real é Joseph Allen Maldonado-Passage, aparentemente liga da prisão onde está cumprindo uma pena de 22 anos.

O breve clipe também mostra Carole Baskin, a ativista dos direitos dos animais que Exotic tentou matar, embora ela tenha dito à Fox Business que havia decidido não participar devido à sua "falsa representação" na temporada inicial.

O Tiger King original é focado na rivalidade entre Exotic e Baskin, que durante anos acusou o excêntrico empresário de maltratar os animais em seu parque. Ele também espalhou rumores infundados de que Baskin havia lançado o corpo de seu marido, Don Lewis, aos tigres em seu santuário. Baskin nega ter qualquer coisa a ver com o desaparecimento do parceiro.

O trailer da sequência inclui um outdoor perguntando "Quem matou Don Lewis?" e oferecendo uma recompensa de US$ 100 mil por informações sobre seu paradeiro.

Em maio, as autoridades americanas apreenderam 68 leões, tigres e espécies híbridas no parque de Joe Exotic, que agora é administrado por Jeffrey e Lauren Lowe.

Os atuais proprietários violaram repetidamente leis que exigem cuidados adequados com os animais e não cumpriram a ordem de contratar um veterinário qualificado, segundo o Departamento de Justiça.

Os diretores Eric Goode e Rebecca Chaiklin voltaram para Tiger King 2, que a Netflix está promovendo como "a continuação de um fenômeno cultural".


AFP/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias