Religião

29/10/2021 | domtotal.com

Francisco e outros sábios compartilham histórias de amor, sonhos, lutas e trabalho

'Stories of a generation' é uma série documental da Netflix que conta com falas de mais de 70 pessoas, entre elas a do papa Francisco

Os comentários do papa Francisco sobre os quatro temas e reflexões de sua própria vida aparecem em cada episódio
Os comentários do papa Francisco sobre os quatro temas e reflexões de sua própria vida aparecem em cada episódio (Reprodução Agencia Ecclesia)

Cindy Wooden*
NCR Online

O papa Francisco, Martin Scorsese, Jane Goodall e um grupo de "mais de 70" pessoas menos famosas conversam com jovens cineastas sobre o amor no primeiro episódio de um documentário em quatro partes, que estará disponível mundialmente na Netflix no Natal.

O episódio "Love", parte da série Stories of a generation, estreou no Festival de Cinema de Roma em 21 de outubro. O documentário é baseado em A sabedoria do tempo, um livro no qual o papa Francisco pediu a criação de "uma aliança entre os jovens e os mais velhos", para compartilhar suas histórias.

Publicado pela Loyola Press, com sede em Chicago, em 2018, o livro traz uma introdução do papa Francisco, as histórias de 30 pessoas mais velhas e as reflexões de um grupo de jovens sobre "O que aprendi com um ancião".

Simona Ercolani, diretora e produtora da série Netflix, disse aos repórteres em 21 de outubro que começou a trabalhar no projeto depois de ler o livro, logo após da pandemia de Covid-19 atingir a Itália e devastar a população idosa do país.

A ideia de fazer a série "tornou-se urgente porque todos os dias tínhamos um boletim de mortes", disse a produtora. "Falamos com a Netflix, que também sentiu a urgência de recolher histórias de pessoas, que naquele momento eram mais frágeis. Gostaram da ideia de um diálogo entre gerações - cineastas com menos de 30 e colaboradores com mais de 70".

"As histórias são extraordinárias em sua normalidade, porque todos, inclusive o papa Francisco, se colocam em uma posição de se relacionar (com o cineasta) não apenas como um avô a um neto, mas como ser humano com outro ser humano", disse Ercolani.

Giovanni Bossetti, gerente de não-ficção da Netflix Itália, disse aos repórteres que o serviço de streaming é para compartilhar histórias, então "além do incrível acesso ao Santo Padre" que Ercolani teve, a série deu à Netflix uma oportunidade "de contar histórias que são completamente diferentes e que tocam em temas centrais na vida de cada pessoa".

Dezoito anciãos de cinco continentes e falando quatro línguas diferentes aparecem nos quatro episódios da série: Amor, Sonhos, Lutas e Trabalho (Love, Dreams, Struggle and Work, em inglês).

Os comentários do papa Francisco sobre os quatro temas e reflexões de sua própria vida aparecem em cada episódio. Embora a série não seja nada "didática", disse Bossetti, os mais velhos compartilham valores universais e importantes com os jovens cineastas e o público espectador.

Para a série Netflix, o padre jesuíta Antonio Spadaro, editor do La Civiltà Cattolica entrevistou o papa Francisco enquanto jovens cineastas entrevistavam os outros anciãos. Francesca Scorsese, com 21 anos, entrevistou seu pai, o diretor e produtor Martin Scorsese.

O padre Spadaro disse aos repórteres que o papa Francisco concordou em participar da série com a condição de não ser "a estrela" do projeto, mas simplesmente entrar na conversa como os outros anciãos entrevistados, "falando sobre si mesmo e suas experiências pessoais".

"As estrelas são as pessoas que o papa gosta de se referir como 'os santos da porta ao lado'", disse Spadaro. "Eles são pessoas normais, os verdadeiros heróis da vida diária."

"O que é o amor?", o padre Spadaro perguntou ao papa Francisco. Isso, o papa respondeu a princípio, seria como perguntar: "O que é o ar?". "Você pode dizer que o amor é um sentimento", ou uma série de impulsos elétricos ou algo semelhante a campos magnéticos se unindo, disse o Santo Padre. Mas uma coisa é certa: "Gratuidade é a chave. O amor é gratuito ou não é amor".

Tango e sua avó Rosa, surgiram na conversa do papa como aquilo que o impulsou a ajudar os outros e refletir na importância de sonhar com um mundo melhor. 

Falando via Zoom, Jane Goodall, primatologista e antropóloga, disse a repórteres na coletiva de imprensa em Roma que o filme, assim como seu programa Roots&Shoots para jovens, pode semear a esperança necessária ao reunir idosos e jovens. "Trazer a sabedoria dos mais velhos ao lado da paixão dos jovens é o que precisamos para mudar o mundo", disse Goodall.

Publicados originalmente em NCR Online.


Traduzido por Ramón Lara



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!