Cultura

18/11/2021 | domtotal.com

O Brasil é um mapa antigo

Cada um de nós guarda dentro de si um mapa de si mesmo

Mapa intitulado
Mapa intitulado "Estado do Rio de Janeiro: composto sobre os últimos mapas existentes e de acordo com as estatísticas e demarcações oficiais". Organizado por Hilario Massow e José Clemente Gomes. Editores proprietários Lammert & Cia. Rio de Janeiro, 1892 (Arquivo Nacional. Fundo Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas)

Ricardo Soares*

Hoje parece que o Brasil que muitos de nós conhecemos só existe em forma de mapa. E os mapas andam em baixa diante dos Googles Maps da vida e das localizações virtuais que se alternam entre funcionais e equivocadas. Daí que o charme dos mapas reais, impressos, vai pouco a pouco se esvaindo. Se duvidam, pergunto aí: quem ainda guarda algum guia rodoviário 4 Rodas?

Isso posto, diria que os mapas mais velhos guardam em si cenários já antigos, paisagens já corrompidas pela devastação do agronegócio ou da especulação imobiliária voraz que detona o Brasil. Ou seja, todo o nosso país está virando um mapa antigo, em banho-maria, de um saudosismo que não serve pra que lidemos com a mapa real e cruel dos "hoje em dia".

Cada um de nós guarda dentro de si um mapa de si mesmo, real e imaginário, que dá conta de quem fomos e do que vimos, mas não dá conta de para onde vamos. Meus mapas se interpenetram de viagens na neblina da Serra do Mar paulista, entre Paranapiacaba e Rio Grande da Serra, e se fundem num sutil movimento com a Serra da Moeda de Minas ou a Serra das Araras na chegada ao Rio de Janeiro.

Nesse mapa também há caminhos do sobe e desce até Santa Tereza ou pelos becos da comunidade da Rocinha ou do Pereirão, ali em Laranjeiras, que podem desembocar nas trilhas de várias Chapadas: Diamantina, dos Veadeiros, dos Guimarães, com seu mirantes de onde se vislumbram abismos e cachoeiras.

Num país com rotas difusas e caminhos sem saída segue sendo um alento a criação de mapas imaginários que percorram os caminhos de nossas vidas. Sempre levando em conta de que é preciso abrir e cavar novas trincheiras.

*Ricardo Soares é escritor, diretor de tv, roteirista e jornalista. Publicou 9 livros, dirigiu 12 documentários

O texto reflete a opinião pessoal do autor, não necessariamente do Dom Total. O autor assume integral e exclusivamente responsabilidade pela sua opinião.



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outros Artigos