Religião

19/11/2021 | domtotal.com

Papa faz alerta para 'chocante' exploração do trabalho infantil

Francisco diz que economia global está 'roubando' futuro dos menores em conferência para erradicar trabalho infantil

Criança trabalhando numa construção na Índia
Criança trabalhando numa construção na Índia (Reprodução)

O Papa alertou nesta sexta-feira (19) para a “chocante” exploração das crianças no mundo laboral, criticando os processos de produção da economia global que está “roubando” o futuro dos menores.

“A pobreza extrema, a falta de trabalho e o desespero resultante nas famílias são os fatores que mais expõem as crianças à exploração no trabalho. Se quisermos erradicar a chaga do trabalho infantil, temos que trabalhar juntos para erradicar a pobreza, para corrigir as distorções do sistema econômico atual, que centraliza a riqueza nas mãos de uns poucos.” “Todos os atores sociais são chamados em causa no combate ao trabalho infantil e às causas que o determinam.”

Foi o que disse o Papa Francisco ao receber em audiência na manhã desta sexta-feira na Sala do Consistório, no Vaticano, os participantes, na parte da tarde desta sexta-feira, da Conferência Internacional “Erradicar o trabalho infantil, construir um futuro melhor”, promovida pelo Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral.

Chaga do trabalho infantil

“A chaga do trabalho infantil, sobre o qual vocês hoje se encontram refletindo juntos, é de particular importância para o presente e o futuro da nossa humanidade. A forma como nos relacionamos com as crianças, a medida em que respeitamos sua dignidade humana inata e seus direitos fundamentais, expressa que tipo de adultos somos e queremos ser e que tipo de sociedade queremos construir”, disse o Papa.

O Pontífice foi enfático ao afirmar que “é chocante e perturbador que nas economias atuais, cujas atividades de produção são baseadas em inovações tecnológicas, tanto que falamos da ‘quarta revolução industrial’, o emprego de crianças em atividades de trabalho persista em todas as partes do globo.

“Isto coloca em risco a saúde delas, seu bem-estar mental e físico e as priva do direito à educação e de viver sua infância com alegria e serenidade. A pandemia agravou ainda mais a situação.”

Pequenas tarefas domésticas, trabalho infantil é outra coisa

A este ponto de seu discurso, o Santo Padre fez uma nítida e oportuna distinção. “O trabalho infantil não deve ser confundido com as pequenas tarefas domésticas que as crianças, em seu tempo livre e de acordo com sua idade, podem realizar no âmbito da vida familiar, para ajudar os pais, irmãos e avós ou outros membros da comunidade. Estas atividades são geralmente benéficas para o desenvolvimento delas, pois permitem que elas testem suas habilidades e cresçam em consciência e responsabilidade.

Dito isso, o Papa Francisco especificou que o trabalho infantil é uma questão totalmente diferente!

Uma violação da dignidade humana

“É a exploração das crianças nos processos de produção da economia globalizada para o lucro e ganho de outros. É a negação do direito das crianças à saúde, à educação e ao crescimento harmonioso, incluindo a possibilidade de brincar e sonhar. É roubar das crianças o seu futuro e, portanto, da própria humanidade. É uma violação da dignidade humana.”

Francisco afirmou que “precisamos encorajar os Estados e os atores do mundo empresarial a criar oportunidades de trabalho decente com salários justos que permitam às famílias satisfazer suas necessidades sem que seus filhos sejam forçados a trabalhar.”

“Devemos unir nossos esforços - prosseguiu o Papa - para favorecer uma educação de qualidade, gratuita para todos, em cada país, bem como um sistema de saúde que seja acessível a todos sem distinção.”

Um grande sinal de esperança

O Pontífice disse ainda que a participação nesta Conferência de representantes de organizações internacionais, da sociedade civil, das empresas e da Igreja é um sinal de grande esperança, fazendo em seguida uma premente exortação:

“Exorto o Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, que também é responsável pela promoção do desenvolvimento das crianças, a continuar neste trabalho de estímulo, de facilitação e de coordenação das iniciativas e dos esforços já em andamento em todos os níveis para combater o trabalho infantil.”

O Santo Padre concluiu agradecendo aos participantes e expressando-lhes seu reconhecimento pelo compromisso em favor desta causa “que é uma verdadeira questão de civilização”, encorajando-os a seguirem adiante, tendo sempre presente as palavras de Jesus no Evangelho: “Tudo aquilo que fizestes a um só destes pequeninos, a mim o fizestes” (Mt 25,40).


Vatican News



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!