Religião

25/11/2021 | domtotal.com

Congregação para as Causas dos Santos publica nove decretos, incluindo o de Odettinha

Menina brasileira morreu em 1939, no Rio de Janeiro

A Serva de Deus Odette Vidal Cardoso nasceu no Rio de Janeiro (Brasil) em 18 de fevereiro de 1931, de pais portugueses que tinham emigrado para o Brasil
A Serva de Deus Odette Vidal Cardoso nasceu no Rio de Janeiro (Brasil) em 18 de fevereiro de 1931, de pais portugueses que tinham emigrado para o Brasil (Vatican News)

O Papa Francisco autorizou nesta quinta-feira (25) a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar nove novos decretos, nomeadamente dois milagres, cinco mártires e seis virtudes heroicas, onde existem mortes “por ódio à fé”.

Um comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé, após a audiência do Papa ao prefeito da Congregação das Causas dos Santos, cardeal Marcello Semeraro, informa que Francisco autorizou a promulgação de vários decretos, como o “milagre atribuído à intercessão do beato Tito Brandsma”.

O sacerdote da Ordem dos Carmelitas nasceu a 23 de fevereiro de 1881, em Bolsward (Holanda), e foi “morto por ódio à fé”, no campo de concentração nazi de Dachau (Alemanha), a 26 de julho de 1942.

Foi também reconhecido o milagre atribuído à intercessão da Bem-aventurada Maria de Jesus (1852-1923, Itália), fundadora da Congregação das Irmãs Capuchinhas da Imaculada Conceição de Lourdes.

E o “martírio” dos servos de Deus Enrique Planchat, sacerdote do Instituto dos Religiosos de São Vicente de Paulo, Ladislaus Radigue e três companheiros, da Congregação dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, assassinados “por ódio à fé”, em 26 de maio de 1871, durante a insurreição da Comuna de Paris.

Foram também reconhecidas as virtudes heroicas de quatro servos de Deus italianos – um bispo, padres e duas religiosas – um espanhol, o padre Giovanni di Gesù Maria, dos Carmelitas Descalços, e de Odette Vidal Cardoso, leiga brasileira.

Odette Vidal Cardoso

A Serva de Deus Odette Vidal Cardoso nasceu no Rio de Janeiro (Brasil) em 18 de fevereiro de 1931, de pais portugueses que tinham emigrado para o Brasil.

Em 1939, a mãe da Serva de Deus, ficou viúva, casou com um rico comerciante, que acolheu a menina e a amou como se ela fosse sua filha.

A Serva de Deus participava todos os dias da Santa Missa com a sua mãe e rezava o terço com a sua família todas as noites. Aos cinco anos, começou a frequentar o catecismo no Colégio da "Imaculada Conceição". Desta forma aprendeu as verdades da fé e até ensinou catecismo às filhas das empregadas domésticas de casa. Considerando a extraordinária maturidade da Serva de Deus, o seu diretor espiritual, padre Alfonso Maria Germe, C.M., admitiu-a à Primeira Comunhão em 15 de agosto de 1937.

A Serva de Deus estava ao lado da sua mãe enquanto se dedicava a obras de caridade ao serviço dos pobres da cidade.

Depois de ter adoecido com tifo em 1º de outubro de 1939, a Serva de Deus, durante os 49 dias de doença, mostrou uma fortaleza fora do comum; nunca se queixou e suportou todos os seus sofrimentos com serenidade e paciência. Tudo o que ela queria era receber diariamente a Comunhão. Nos últimos dias da sua vida recebeu também os Sacramentos da Crisma e da Unção dos Enfermos.

Faleceu no dia 25 de novembro de 1939 no Rio de Janeiro (Brasil).


Ecclesia/ Vatican News/ Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!