Brasil

13/12/2021 | domtotal.com

Belo Horizonte!

BH é um congresso de gente famosa; é JK, é Cristiano Machado, Bias Fortes, Prudente de Morais, Afonso Arinos e Afonso Pena

BH é uma imensa taba povoada por Tamoios e Tupinambás, Guajajaras e Tupis, Guaranis e Guaicurus, Aimorés, Timbiras e Caetés
BH é uma imensa taba povoada por Tamoios e Tupinambás, Guajajaras e Tupis, Guaranis e Guaicurus, Aimorés, Timbiras e Caetés Foto (Shutterstock)

Afonso Barroso*

Como não vejo muita coisa escrita sobre nossa capital tão horizontalmente bela, me vejo na tentação, quase obrigação, de falar um pouco sobre ela. Rimou, mas até a rima é um horizonte belo, mesmo na prosa. (Isso deveria ser dito entre parênteses, mas fica assim mesmo).

A primeira coisa que me vem à mente é uma indagação: como definir Belo Horizonte? O que é ela, afinal? A resposta é múltipla. Primeiro, respondo que Belo Horizonte é um congresso de gente famosa. É JK, é Cristiano Machado, Bias Fortes, Prudente de Morais, Afonso Arinos e Afonso Pena, João Pinheiro, Milton Campos, Getúlio Vargas, Antônio Carlos, Olegário Maciel, Professor Morais, Augusto de Lima, Francisco Sales e Francisco Sá, Raul Soares, Ezequiel Dias, Padre Eustáquio, Alfredo Balena, os Andradas, Rui Barbosa, dois Álvares - Cabral e Maciel, entre outros personagens, alguns dos quais só o Google conhece, como Dias Adorno, Amadée Peret, Jarbas Vidal Gomes, Saturnino de Brito e vários etcéteras.

Belo Horizonte é ainda mais, é a soma dos Brasis. É Amazonas, Goiás, Paraná, Bahia, Espírito Santo, Sergipe, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e do Sul, Maranhão, Acre, São Paulo, Santa Catarina, Ceará e Mato Grosso. E por que Curitiba se meteu entre os Estados? E por que não se encontrou ainda um lugar para Palmas ou Tocantins? Cadê o Amapá? E Roraima, cadê? Brasília também não veio.

Belo Horizonte é também uma imensa taba povoada por Tamoios e Tupinambás, Guajajaras e Tupis, Guaranis e Guaicurus, Aimorés, Timbiras e Caetés.

E pergunto: o que seria de BH se não fossem as duas Lagoinhas, uma no centro e outra na periferia? E se não fosse a Pedreira Prado Lopes (quem foi mesmo Prado Lopes?), a Serra e seu Aglomerado, a Savassi, Nova Suíça, Gameleira, Nova Cintra (esse nome... de onde veio?), é Bom Fim e é Saudade.

E se não houvesse a Praça do Papa? E se a Pampulha fosse apenas uma rua ou uma lagoa, e se São Bento, Santo Antônio, Santa Lúcia, São Geraldo, São Pedro, Santo André, Santa Inês e Santa Mônica fossem apenas santos, e se o Montanhês Dancing não tivesse dançado, e o que seria do Mineirinho sem o Mineirão, e se a Vila Paris fosse apenas uma Vila e Lourdes só um milagre? E se faltassem Glória e Calafate e as praças Sete e 12?

Mas Belo Horizonte é muito mais do que tudo isso. É Prado, é Peçanha, é Teófilo Otoni, é Carangola e Carandaí, é Pouso Alegre, é Além Paraíba, é Itapecerica, é Ponte Nova, é Diamantina, é Serro, é do Turvo (por que Turvo?), e é Jardim América, Acácias, Tulipas, Bromélias. É até São José do Jacuri, onde nasci, e a Cidade Nova, onde moro. É o Mercado Central, a Feira dos Produtores. É o Belvedere onde raramente vou, é a Liberdade das palmeiras imperiais, e é, acima de tudo, a Serra do Curral. Desfigurada, mas ainda de pé. E vejam só, até Pipiripau Belo Horizonte é.

Belo Horizonte é o Cruzeiro de Tostão, Dirceu Lopes e do vôlei. É o América do deca e do acesso à Libertadores. É o Galo de Reinaldo, do Dadá Beija-flor e do Hulk, herói do bi de 50 anos. E é ainda, para nossa alegria e orgulho, a capital da música poética e sofisticada do Clube da Esquina. Não por acaso, um poeta (acho que Drummond) disse que Belo Horizonte é, mais que um nome, uma exclamação. Também acho.

Se alguém aí sabe mais sobre esta cidade que ainda não dizimou seu horizonte, por favor, traga. O que vier será acolhido com a hospitalidade nativa de um jacuriense da gema e belo-horizontino adotado.

*Afonso Barroso é jornalista, redator publicitário e editor.

O texto reflete a opinião pessoal do autor, não necessariamente do Dom Total. O autor assume integral e exclusivamente responsabilidade pela sua opinião.



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outros Artigos

Não há outras notícias com as tags relacionadas.