Religião

12/01/2022 | domtotal.com

O que o Papa Francisco realmente disse sobre ter pets ou filhos?

Depois de comida, roupas e remédios, as pessoas gastam mais dinheiro em animais de estimação

Não é novidade que o papa pensa que é bom para os casais terem filhos
Não é novidade que o papa pensa que é bom para os casais terem filhos (Divulgação)

America Magazine

A seguir apresentamos uma transcrição editada de uma conversa de podcast entre os anfitriões Zac Davis e Ashley McKinless postada em 6 de janeiro para a comunidade Patreon dos Jesuítas.

Zac Davis: Você provavelmente já deve ter lido as manchetes. The New York Times: “O Papa repreende casais que escolhem animais de estimação em vez de crianças”. CNN: "Optar por animais de estimação em vez de crianças é egoísmo e 'tira nossa humanidade', diz o Papa Francisco."

A história está em toda parte, então queremos oferecer um pouco de contexto e algumas reflexões.

Ashley McKinless: Todas as quartas-feiras, o Papa Francisco dá uma audiência geral na qual faz uma catequese. O Santo Padre está atualmente em uma série de catequeses sobre São José. A audiência da passada quarta-feira foi principalmente sobre o papel de São José como pai adotivo. Foi uma celebração da adoção como "uma das formas mais elevadas de amor".

E então, em um comentário improvisado, falou sobre como algumas pessoas optam por ter animais de estimação em vez de filhos.

ZD: Ele não disse que é egoísta não ter filhos. Em primeiro lugar, isso vem de um homem que optou por não ter filhos e está no comando de um bando de gente que não tem filhos. E eu acho que muitas pessoas ficaram feridas porque ter filhos é obviamente uma questão preocupante.

O papa também não está dizendo que as pessoas precisam ter tantos filhos quanto for possível, independentemente de sua capacidade de cuidar deles. Houve um tempo em que também disse que os católicos não precisam "procriar como coelhos".

Então, vamos entrar no que está sendo dito realmente aqui. Francisco já fez isso antes, certo?

AM: Certo. Em 2014, ele deu uma entrevista em que falou sobre o estado da civilização na Europa. Francisco diz que depois de comida, roupas e remédios, as pessoas gastam mais dinheiro em cosméticos e animais de estimação. O entrevistador perguntou: "Os animais contam mais do que as crianças?" E o Papa chamou as pessoas que optam por pets em vez de crianças um fenômeno de degradação cultural. Ele disse: "Isso ocorre porque o relacionamento emocional com os animais é mais fácil, mais programável. Um animal não é livre, ao passo que ter um filho é uma coisa complexa".

Portanto, não é novidade que o papa pensa que é bom para os casais terem filhos.

ZD: E devemos dizer que ele não está inventando esse fenômeno. As taxas de natalidade estão baixas e a posse de animais de estimação está em alta. Francisco está falando sobre o que é chamado de inverno demográfico da Europa.

AM: E ele está falando no contexto de países de alta renda com redes robustas de segurança social. Acho que realmente está se dirigindo a pessoas que podem optar por ter filhos e, em vez disso, estão gastando muito dinheiro com pets.

ZD: E fora da Europa, há um contexto latino-americano aqui. Sam Rocha tuitou algo que achei inteligente. Ele diz, cito: "Quando você vem de um lugar onde as pessoas vivem como cães, é escandaloso ver os cães viverem como pessoas". Eu sinto que isso foi um pouco deixado de fora da conversa.

Mas devemos nos perguntar: por que as pessoas estão preocupadas com isso? Porque parece que as pessoas estão realmente loucas. E acho que há uma razão genuína para isso. Questões sobre ter filhos são profundamente pessoais e muito tensas. Certo? Elas são complicadas, são difíceis e envolvem muito sacrifício e discernimento.

AM: Estou um pouco nervoso ao comentar sobre isso, visto que que não sou casado, não tenho filhos e atualmente não tenho animais de estimação. Então, eu não experimento a mesma reação visceral.

Mas um segmento da população acho que sentiu isso como um ataque pessoal - compreensivelmente, dada a forma como foi apresentado na mídia convencional - são pessoas que lutam contra a infertilidade e gostariam de ter filhos, mas não puderam. Portanto, ver um título que sugere que não ter filhos é, de certa forma, egoísta seria doloroso. E eu não quero minimizar isso.

ZD: E é lamentável também, porque achei que o tema geral de seu discurso sobre o valor espiritual da adoção e diferentes tipos de paternidade era realmente bom. E algo que muitas pessoas se beneficiariam em ouvir. Muitas pessoas têm famílias complicadas ou famílias diferentes e ter alguma validação de que o amor familiar pode vir de lugares diferentes é uma mensagem que vale a pena divulgar.

AM: Outra resposta foi que a adoção é muito difícil e às vezes é cara, ou você tem um filho que vem de uma origem muito conturbada e é uma coisa difícil de levar. Mas o papa não ignora isso. Francisco diz que a adoção é um risco e um sacrifício. Mas é de se esperar que a Igreja Católica convoque as pessoas a atos extraordinários de amor e sacrifício.

ZD: Acho que outra razão pela qual as pessoas estão chateadas é porque qualquer pessoa que já teve um animal de estimação e amou um animal de estimação sabe que são fontes legítimas de alegria e da graça de Deus no mundo. Nós os tratamos e amamos como se fossem parte de nossas famílias. E acho que os pets podem nos ensinar coisas sobre como ser humanos melhores. E as pessoas estão se sentindo como se fosse uma fala de um "velho excêntrico" reclamando de coisas boas.

AM: Bem, não vamos esquecer que ele é um homem de 85 anos. Então…

ZD: Ele é. Ele pode ser o vigário de Cristo na terra, mas às vezes também é um velho rabugento.

Então, para resumir, há mais nos comentários do papa do que você lê no título. Foi um comentário improvisado, mas também reflete algo em que realmente acredita. E quer você goste ou não, a Igreja provavelmente sempre terá uma opinião sobre sua vida pessoal e sua família. É como fazemos as coisas. E está tudo bem lutar com isso e se envolver com isso. Tudo isso faz parte da diversidade.

•••

Comentários extraídos de uma comunidade jesuíta do Facebook:

Eu sou vegetariano e pai cachorro. Sou totalmente a favor da libertação animal e esforços de resgate de animais. Mas, não diria que este era o ponto principal da homilia. Em algum nível, você também pode ver a fala como uma bela homilia que enfatiza a dignidade da paternidade adotiva.

Eu nunca li uma declaração que fizesse isso de qualquer papa, santo ou líder religioso importante de qualquer tipo. Como alguém que foi criado por um padrasto, a homilia validou meu relacionamento com meu padrasto. Duvido que seja o único que sempre quis que alguém dissesse algo semelhante.

Estou apenas refletindo no contraponto. A perspectiva dos outros ainda é válida. Entendo que seja doloroso, especialmente vindo de um papa que você pode sentir que está "no seu time". - Josh Jasper

Talvez uma interpretação positiva sobre o quanto é bom ter filhos e como isso é valioso teria sido melhor? Depois de ter dois filhos e estar grávida do terceiro, estou ciente de quanto trabalho e como isso pode mudar a nossa vida. Também estou ciente do quanto não é valorizado e até mesmo diminuído como algo sem valor pela sociedade em geral. Ajuda ter a maternidade e a paternidade afirmadas como algo valioso, mas essa declaração parece estar dizendo que as pessoas que optam por não ter filhos são egoístas em vez de honrar aqueles que já tiveram filhos. - Katie Maree

Acho que quase tudo podia ter sido mais bem interpretado. Eu escolhi não ter filhos por vários motivos, mas também aproveito esse tempo livre para apoiar meus amigos e família com filhos. Acho que, em suma, toda a sua observação vem de um cuidado com crianças órfãs (bom!), Mas a solução de “todo mundo simplesmente adota” parece excessivamente simplista. - Verena Hutter

Traduzido por Ramón Lara.

Escrito por *Ashley McKinless é editora executiva da América. @AshleyMcKinlessmckinless **Zac Davis é editor associado e diretor de engajamento do público e análise da América. Ele também co-apresenta o podcast Jesuitical. @zacdayviszdavis



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!