Mundo

17/01/2022 | domtotal.com

Taxa de natalidade da China registra mínimo recorde em 2021

O governo afrouxou a política de um filho por família em 2016, permitindo que os casais tenham dois filhos, mas essa mudança não provocou um baby boom

Maternidade em Fuyang, China, em  25 de abril de 2021
Maternidade em Fuyang, China, em 25 de abril de 2021 Foto (STR/AFP)

A taxa de natalidade da China caiu para um mínimo recorde em 2021, com analistas alertando para um envelhecimento mais rápido do que o esperado, de acordo com dados oficiais divulgados nesta segunda-feira(17).

A taxa de natalidade no país mais populoso do mundo caiu para 7,52 nascimentos por 1.000 pessoas, revelaram dados do National Statistics Office (ONE), abaixo dos 8,52 por 1.000 em 2020, e o menor desde o início dos registros comparativos em 1978.

É também o nível mais baixo desde a fundação da China comunista em 1949. Pequim está enfrentando uma possível crise demográfica em meio ao envelhecimento da população, desaceleração econômica e o menor crescimento populacional em décadas.

O governo afrouxou a política de um filho por família em 2016, permitindo que os casais tenham dois filhos, mas essa mudança não provocou um baby boom.

No ano passado, as autoridades estenderam a política para permitir que os casais tenham três filhos. Em 2021, o país registrou 10,62 milhões de nascimentos, segundo dados oficiais.

A taxa de crescimento natural da população caiu para 0,34 por 1.000 habitantes, ante o valor anterior de 1,45 por 1.000.

"O desafio demográfico é bem conhecido, mas a velocidade do envelhecimento da população é mais rápida do que o esperado", disse Zhiwei Zhang, economista-chefe da Pinpoint Asset Management.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.